22/16 - #2 O Novinho Amante de Pauzão

Loading

Despertei hoje às 8:00 h da manhã. Eu havia acordado com fome. Fome de cu. Meu pau estava hasteado, duro como pedra, pedindo para colocar para fora todo o leite acumulado de três dias, e, como eu não costumo desperdiçá-lo sozinho, eu precisava dar de mamar para alguém ou leitar um cu.
Logo que me levantei, peguei o celular e abri o Grindr, Hornet e Scruff, os únicos aplicativos que eu uso. Haviam dezenas de mensagens em cada um deles. Exclui aqueles perfis sem foto, e procurei alguém que valesse a pena, que poderia me servir de depósito de porra.

Me interessei por vários, mas a logística, horário e local, tornava tudo mais difícil. Filtrei e selecionei 2 machos disponíveis. Um moleque novinho, de 18 anos e carinha de 16, branco, magro, delicado. Um sarado do tipo sigiloso, de 20 e poucos anos e com namorada. Mandei pau para os

três com a seguinte mensagem – Aguenta? O novinho logo pirou, e respondeu – Caralhooo. Sou louco em pauzão mano. Preciso sentar nessa vara. Quero você todo dentro de mim – eu sabia que ele estava fazendo tipo e que, no fundo, ia penar para aguentar até o talo – Vem me comer agora, meus pais saíram –, faltava 10 minutos para às 10:00 h.

- Tô livre às 11:00 h – dizia a mensagem do outro cara, o saradinho, e me mandou o seu endereço. Esse era o horário de almoço dele.

O novinho estava a apenas 1 km de distância, o outro 2,5 km. Dava para eu sair da casa de um e ir na do outro depois. Foi o que eu fiz. Peguei a minha moto e fui.

Chegando na casa do guri, ele me recebeu todo cheirosinho e limpinho. Abriu a porta da frente e atravessou o ...


Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]