A Cris com o Coroa no shopping e no barzinho

Loading

continuando o dia que a Cris finalmente conheceu o cora que ela tanto queria, vou tentar ser menos detalhista, acredito que meus relatos estão ficando muito compridos e cansativo, é que fico excitado relembrando os detalhes dessa aventuras, mas vamos lá, nos preparamos para irmos pro shopping jantar depois da quela tarde de muito esforço no hotel, a Cris é claro havia levado uma bolsa com umas peças de roupas, inclusive roupas intimas, mas pra deixar-nos com mais tesão ainda, foi sem calcinha e falava que o coroa ia comprar uma pra ela no shopping, pois ele havia rasgado a dela e ela não poderia ficar sem, chegamos e fomos direto pra uma loja de roupas intimas, ele escolheu umas três e fez questão de ver ela experimentar e me chamava pra ver se eu aprovava, todas muito pequenas que não tampavam nada na frente e fio dental atrás, como ela já gosta de usar, pra nossa sorte a loja estava vazia e a mocinha vendedora é logico que percebeu o nosso rolo e ficou muito discreta o corroa falou pra ela que não estranhasse porque eramos todos muito amigos, ela falou que sempre vem casais acompanhados de amigos na loja, rimos um poco e fomos jantar, ele andou com ela na escada rolante um monte de vez, principalmente subindo, quando percebia que algum homem ou homens iam subir pela escada ele ia na frente com ela, era impossível não ver a bunda dela era só olhar, aquilo nos excitava muito e ela gostava,jantamos pegamos o carro eu dirigindo e eles no banco de traz, os dois no maior amasso, e quando vejo ela sentada no colo dele e gemendo gostoso, ele me falou que essa é a fantasia das grande maioria de casais e que estávamos realizando, já era noite e os vidros do carro filmados quase não se via dentro do carro, mas assim mesmo foi muito bom

ver isso acontecer, chegamos num bar indicado por ele, era um bar bem grande com varias mesas de sinuca e bem escuro, como as maiorias dos bares de sinuca, apenas com uma fraca iluminação sobre as mesas, começamos a jogar e beber umas cervejinha de leve, quando chega o dono do bar cumprimentar o coroa e ver de perto a Cris, pois ela já estava fazendo sucesso se debruçando sobre a mesa de sinuca e mostrando a bunda pra todos verem, o coroa nos apresentou como um casal de amigos e logo foram para perto do balcão conversar, eu e a cris ficamos jogando, ai eu já procurava deixar a bola branca perto da parede para a cris não ficar debruçando na mesa de costas pro povo, o contrario do que o coroa fazia, logo ele voltou e ficamos jogando e batendo papo, o dono do bar voltou com uma garrafa de Whisky e um balidinho de gelo por conta da casa e já saiu de novo, o coroa me falou o cara ta afim dela, o que vc acha, ele falou que a conta é por conta dele se ela ficar com ele por meia hora, fiquei meio assim, nem conhecia o cara e tbm não me preocupava com a conta, por outro lado ia ser excitante saber que ela ia ganhar alguma coisa por uma transa, o coroa estava muito empolgado em transformar ela numa puta que transa por dinheiro, falei pra ele falar pro cara que deveria ser com preservativo e com carinhos com ela, pois era minha mulher, ele foi logo falar pro cara e ela ainda não sabia de nada, o coroa combinou com o cara e mandamos ela pegar uma pastilha no caixa do bar e dar uma atenção pro dono do bar que era um cara gente boa,ela estranhou, começou a rir, mais foi, logo vimos o cara segurando as mão ...


Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]