A Fúria Do Olhar (Feminização) II

Loading

A Fúria Do Olhar (Feminização) II
Boa noite leitores queridos e tesudos. Essa é a continuação do conto onde descrevi algo que acontecera comigo e eu levei um bom tempo para me encontrar ou talvez esconder algumas verdades… Enfim a leticia se foi e eu logo entrei na faculdade mas fui um cara distante de todos e nesse tempo tinha comido apenas duas amigas da faculdade bem loucas e que sabiam como eu era carente e talvez me dessem por pena… As minhas punhetas de calcinha e massagens nos mamilos continuaram e assim levei a vida quando já formado conheci a Camila minha ruiva e delicada esposa onde na verdade eu dei a sorte suprema ela tinha seus 21 anos e toda tatuada deliciosa mesmo me conheceu na empresa onde já era um diretor e ela fez uma palestra e a mesma me convidou para sair e nos encontramos… Eu tive paixão e começamos um relacionamento onde em um ano já éramos noivos e em dois casamos ela era minha companheira de tudo e toda zen tinha seu lado gótico… Como com ela o sexo rolava solto ela sempre se sentiu satisfeita mas desconfiava de algo errado… E com um ano de casamento ela que tinha loucas fantasias realizou a sua e a de todo homem trazendo uma amiga aqui para passar um fim de semana a três onde eu comeria as duas e ela iria experimentar uma mulher… A Camila foi criada por uma família muito certinha e estava se libertando… Mas não tinha me traído… Sua amiga era uma amiga em comum e acabei comendo essa sozinho umas vezes com a Camila sabendo ou conosco esperando ela voltar de alguma palestra e assim ficou… Mas nossa morena e gostosa amiga denise conheceu um cara e ficou noivo se afastando mas pelo menos comigo ainda rolavam umas saídas e essa era a parte que a Camila não soube pois tinha raiva dela pela amizade… E enfim um dia cheguei mais cedo em casa e ela se masturbava vendo filmes de corno e bissexuais e vi por um bom tempo enquanto ela falava no telefone sem perceber minha presença e quando me viu desligou e deu um grito de susto e eu de pinto duro para fora perguntei quem era colocando ela como uma puta na mesa do computador e metendo o pinto dentro com gosto… Ela me disse que se masturbava com um amigo de infância que reencontrara na yoga e estava louca de tesão… Mandei ela pegar o telefone e ligar para o cara falando que agora o marido comia sua bunda (que quase não deixava pois como é bem pequena alegava dor) e eles dois gozaram comigo tomando um viagra e fazendo ela colocar em chamada de vídeo… Um negro de pinto enorme com seus 23 anos alisava um negócio enorme de mais de 20 cm… Isso me deu tesão mas depois de muito gozar fui dormir puto… A Camila não sabia o que queria e eu não tinha me refeito ainda… E um dia em um shopping no final de semana encontro a letícia agora com seus 32 anos e mais deliciosa ainda com botas de couro e dois sobrinhos com seus 20 anos de uma irma bem mais velha e como bem conversou um bom tempo conosco me recebendo com um abraço delicioso… Não parecia guardar ressentimentos nem lembrar de nada me tratando normalmente e realmente se tornara médica com uma clinica no mesmo bairro onde morávamos… Eu estava precisando mesmo de uma endocrinologista e ela era a pessoa certa… Fui a uma consulta com ela e depois essa me chamou para sair e tomamos muita cerveja com ela se despedindo com um molhado beijo na boca… Uma semana depois como se nada tivesse acontecido cheguei em casa em uma sexta-feira e vi as duas na piscina e a já debochada letícia me chamando… As duas riam aos montes e a letícia como sempre sacando seus baseados e eu por conta da Camila tinha deixado e essa olhou bem bebada e falou:

– Está doidinho né??? Pega logo!!! Vou começar a fumar na ioga também…

Começamos a fumar e beber e lógico que a letícia conduziu a coisa e a Camila contou sobre a amiga Denise e essa deu um beijo na minha esposa e a Camila logo se amassava com ela e eu me aproximei e ela falou:

– Seu marido não me

come ok???

Ela não se importou e logo as duas me mamavam gostoso… A Camila me prendeu entao com umas cordinhas e mãos para trás e perguntou a minha mulher se eu ainda tocava punheta de calcinha… Essa ficou tesuda e começou a perguntar enquanto comigo amarrado e o pinto duro (mas não muito na verdade) ouvi minha nova médica contando algumas coisas para a Camila e essa gozando e a letícia pegou um viagra e me deu e depois pegou a sua calcinha no chão e enfiou na buceta da Camila e só tirou quando eu suava com o pinto muito duro e me colocando a calcinha com o gozo da Camila espalhado por ela toda falou:

– Eu dei hormônios retardantes a ele Camila!!! Agora com o viagra o leite vai ficar mais ralo e ele consegue gozar!!!

A Camila se masturbava com uma mão e a outra tocava uma lenta punheta em mim e eu urrava:

– Porra está doendo de duro!!! Eu… Vou…

Estava de pé e a Camila deitada em uma cadeira de praia e a letícia colocou os seios na direção do meu pinto e levou um banho de porra rala mas em uma quantidade absurda… Esse gozo me lembrou o de quando gozei com o cinto de castidade pois parecia que um vulcão explodira em mim… A Camila deu gritinhos mamando cada gota nos seios da letícia e me soltaram comigo podendo comer somente minha esposa… A Camila não se preocupou com isso e no domingo antes de ir embora ela me deu mais uma injeção e falou com a Camila que não podia exagerar na dose… Eu tinha uma consulta na terça-feira com ela e essa apenas mediu meu pinto e observou minhas bolas menores mas doloridas e abriu as pernas me fazendo colocar minha calça e apenas mandando eu mamar… Ela começou a falar que eu não ia dar conta da Camila… Eu não sabia o que fazer mas fiz ela gozar deliciosamente muitas vezes e essa ligou para a Camila contando no meio dos seus orgasmos intensos… Elas combinaram de nos vermos no sábado… A camila descobriu minha tara nos mamilos e comecou a me mamar e puxa-los enquanto eu sofria morto de tesão mas não endurecendo mais… Cheguei em casa um dia e ela me deu um viagra e mandou eu me punhetar vendo seus vídeos de traição… Gozei muitas vezes e ela não tocou no meu pinto apenas se tocando lentamente me perguntando se queria que ela fizesse isso… Depois ela me fez lamber sua xana até cansar e me deu um banho mamando meus mamilos ainda mais sensíveis e pedindo que eu tocasse mais uma… Demorei e consegui mas depois perdi o tesão por completo… A letícia deu as injeções para a Camila e nesse jogo se passou um mês com a camila claramente me falando que ia dar para qualquer um se eu não parasse de esporrar só com viagra… E foi nesse final de semana que a letícia já íntima de nós e tendo um caso aberto com a Camila chegou la em casa pronta para sair… A Camila se arrumou e a letícia com jeito dominador e minha tatuada gótica ficaram mais tesudas quando essa percebeu que eu estava de calcinha… As piores máscaras ainda não tinham caído… Fomos a uma movimentada cervejaria comigo de top e saia curta além da calcinha e uma meia calça dando a impressão de que eu estava lisa… Bebemos muito e o lugar já é manjado entao chegaram dois caras grandes e fortes e repararam que eram três e conosco bem altos a letícia falou para a pouca dúvida da Camila:

– A Camila é esposa da Roberta e quer saber se o marido mama um pinto na sua frente… Eu vim por precaução…

Os caras riram e iam saindo quando a letícia jogou:

– Vale um dia no motel com nós duas… Se quiserem um dia para cada um…

Eles voltaram e eu com cara de assombrado fui conduzido a um banheiro sem uso e la eles apenas baixaram as calças e as duas seguraram minhas mãos e depois me amarraram começando a me ajudar a mamar… A Camila se tocava com tesão e falava comigo:

– Que bonitinho amor!!! Olha como mama gostoso!!!
...


Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]