A PUTA MATANDO SAUDADES DO COMEDOR

Loading

Sexta Feira , hora, dez e quinze , o amigo me liga dizendo estar na cidade e gostaria muito de matar a saudade da minha esposinha, perguntei até quando ele ficaria, me disse que teria de voltar no outro dia para casa, então perguntei onde estava hospedado, por sorte bem pertinho de casa , disse a ele que iria até onde ele estava para conversar , sem problemas disse ele, mas antes liguei para minha puta que estava no trabalho, e contei tudo , pois não temos segredos, ela adorou e me disse baixinho no celular to com saudade ele também, fui ao encontro do comedor da minha mulher, cheguei na portaria e pedi para que chamassem ele , ele desceu , nos cumprimentamos , e ele me convidou para dar uma volta de carro para ficar melhor de conversar, saímos e ele já me perguntou da esposa, falei que estava trabalhando e com saudade dele também, então ele me fala, nossa ela é muito gostosa, fazia um tempo que eu queria ter voltado aqui para pegar ela, essa conversa assim como se eu não fosse nada dela, como estava quente nós dois estavamos de bermuda, e enquanto nós conversava ele esfregava o pau por cima da bermuda, até que me disse olha aqui como só de falar fico cheio de tesão por ela, ele estava de pau duro deu pra ver o volume na bermuda, disse a ele que assim que caísse a noite nós esperaria por ele na esquina do hotel , voltamos e fui para casa, ao

meio dia ela chegou anciosa querendo saber os detalhes, contei tudo a ela até do pau duro para ela, claro que ficou louca de tesão, me disse to toda molhada desde a hora que tu me ligou e falou dele , eu disse é minha puta, ela pergunta quer ver , como sei que ela escorre aquele caldinho salgado da buceta e eu adoro , disse quero sim, ela baixou a calça , e a calcinha , deitei ela no sofá e fui direto a sua buceta , estava muito molhada, chupei com gosto e tesão, de pau duro luco para meter nela mas ela não deixou , só me disse aguenta corno que primeiro é meu macho que vai me foder todinha, chupei até ela gozar , levantou e foi ao banho e saiu para o trabalho, chegou a tardinha mais louca ainda, disse que tarde comprida as horas não passavam nunca,liguei para o comedor e disse que estavamos no local esperando por ele, ele chegou e saimos no carro dele, uma montana, como é apertado para três ela já foi quase no colo dele,ela queria tomar uma cerveja e conversar um pouco , assim ele fez, paramos no mercado peguei as cervejas e deixei eles sozinhos no carro, enquanto caminhava para o carro deu para ver que estavam de amassos e beijos , fiz que não vi, entrei e ela me diz, olha amor, olha só como ele esta , o pau dele estava para fora, então perguntei estava mamando amor , ele não deu tempo tu ...


Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]