A SOBRINHA DE MINHA MULHER ME DEIXA LOUCO

Loading

Bom, tenho 39 anos de idade, sou moreno alto, corpo bem distribuido e sou casado com uma mulher linda. Ela tem uma sobrinha que também é um tesão. A conheci quando ela tinha 15 anos. Minha mulher trabalhava a tarde e eu sempre ficava em casa só. Sua sobrinha um certo dia, foi a minha casa e começou a assistir televisão no meu quarto e deitou-se na minha cama. Eu em casa uso apenas um short por sinal muito a vontade. Ao vê-la deitada na cama, me deitei também para assitir televisão também. De repente ela começa a brincar comigo e sem querer ela fica de costa para mim. ela já tinha um corpinho, mesmo aos oito anos de idade, bem torneado e encostei-me nas suas costas, encaixando meu pau em sua bunda. Aquilo me deixou cheio de tesão, mas não dei muita trela. Ela continuou a brincar comigo e se virou mais uma vez, desta feita, deitei-a de bruços e me deitei sobre ela, já de pau duro, ela notou mais não disse nada. Eu me esfregava mais e mais. Saí de cima e ela voltou a brincar, como se me chamando para pinar denovo naquela bundinha, foi o que fiz e aí, colocquei ela de bruços e as mãos para trás, fiz com que ela pegasse no meu pau que ainda estava por dentro do short, ela pegou meio sem jeito, peguei sua mão e apertei-a junto ao meu cassete duríssimo. Ainda de costas, me deitei ao seu lado e coloquei para fora o meu pau e coloquei sua mão nele, ela pegou e não disse nada, comecei então a fazer ela bater uma punheta em mim e assim ela fez sem olhar o que estava pegando, logo gozei na sua mão. Mandei ela ir lavar as mãos no banheiro e depois ela foi embora. No outro dia, sem menos esperar, eis que ela vai de novo na minha casa e como de costume, deita-se na minha cama, eu, sem perca de tempo, fecho a porta da casa e me deito ao seu lado. fecho a luz do quarto e logo começa a brincadeira, mando que ela coloque uma venda no rosto e fique sentada na cama, ela obdece e eu fico nú, pego meu pau e digo para ela abrir a boca, ela abre e eu boto meu pau, ela fecha e eu devagar começo a forçar e ela abre de vez a boca e faço ela chupar meu pau. Pego suas mãos e as coloco segurando o meu pau e me encho de tesão. depois de alguns minutos, gozei em sua boca e disse para engolir tudo e ela assim o fez. Eu já não aguentava de tanto tesão que aquela menina estava me dando e comecei a beijá-la

e foi o seu primeiro beijo. Depois de alguns dias, ela voltou na minha casa de novo e aí, ela mesmo foi perguntando se era para fechar a porta, disse que sim e veio deitar na minha cama, começamos e foi a primeira vez que tirei sua roupa, deixei-a nuazinha e comecei a tocar naquela bucetinha novinha, a essas alturas ela já estava chupando meu pau. ficamos assim por muito tempo, diria, uns cinco anos, sem que minha mulher soubesse. Quando ela completou 16 anos, não quis mais conversa comigo e só agora, depois de dois anos, ela já está com 18 anos, consegui chamar sua atenção. mostrei-lhe um conto de um tio transando com a sobrinha. Dei a ela e perguntei depois se ela havia lido e ela disse que sim, e foi só isso. Liguei para ela algumas vezes dizendo que queria chupá-la, ou pelo menos a vê-la nua pois já estava com um corpão e ela sempre dizendo que não.

Certa feita, minha mulher viajou para São Paulo. Fiquei em casa por duas semanas sozinho. Ela (sobrinha)por sua vez estava com uma tia em casa, no final de semana. Na sexta, ela soube da tia que iria ficar só no sábado porque a tia iria para uma festa numa cidade mais distante e só voltaria no outro dia e que ela arranjasse uma amiga para dormi com ela. No sábado por volta de nove da manhã, me encontro com ela na rua e pergunto por sua tia e ela me responde dizendo que a mesma havia ido para uma festa e que só voltaria no domingo. Fiquei cheio de tesão e lhe disse, tenho umas coisas da sua tia para lhe mostrar, vai lá em casa. Perguntei ainda se a mesma estava perto de menstruar e por concidência ela disse que na segunda deveria menstruar. Disse ainda, se você for lá em casa, vá meio dia e vá com uma calcinha preta bem sexi. Ela riu e saiu. Fui para casa, sabendo que ela não iria. Só que para minha surpresa ela entra na minha casa e já tranca a porta, eu fiquei estático e ela me perguntou onde estava o que eu iria mostrar a ela. levei-a para o meu quarto e lhe dei um forte e longo beijo na boca, correspondido. Senti que ela estava cheia de tesão. Comecei a pegar nos seus seios e ela me disse ” eu queria que você me comesse, queria sentir teu pau na minha bucetinha, me come “. Rapidamente fiquei nu e logo tirei sua blusa e quando tirei o seu sutiã, vi aqueles peitos gostosos e suculentos, não me contive e os suguei muito, ela sussurava pedindo para que a comesse. Tirei seu short e ela estava de calcinha preta ...


Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]