Aguentando na frente do marido

Loading
Aguentando na frente do marido

Aguentando na frente do marido
Olá eu sou Maísa Ibida. E esta é a segunda vez que meu marido assumiu na frente de outro que quer ser corno e veja como aconteceu... Ao visitamos a cidade onde morei lembrei ao meu amado que eu queria transar com muitos outros na frente dele e ele falava na cama que ia deixar e essa era a oportunidade e que eu tinha um amigo e depois de alguns dias e muito charminho ele me deixou ir ao encontro e bebesse umas com ele para em seguida o trouxesse para o apartamento e ficaríamos na sala e assim o meu amado apareceria e entraria no papo e discretamente eu passaria a mão nas pernas do nosso convidado e ir alisando o pau dele e faria um sinal e ele saberia que ele esta no “ponto”.
E meu marido entraria com o famoso papo de manso e falar que gostaria de vê a esposa mamar uma pica e não se preocupar que ele deseja ver tudo. E o dialogo aconteceu e falei sobre a vontade do meu marido que eu fosse devorada e que garantiu ficar manso e ouve um beijo e sem pressa, pois o objetivo era tranquilizar o “convidado”.

E faço logo a vontade do meu marido, desabotoei a calça do amigo e salta um pau duro e eu tinha que dar excitação ao meu amado ao ver sua esposa mamar e levei a boca e fazia barulhos típicos e fiz questão de bater com ela no rosto e olhar ao meu marido e perguntar.
Você quer me ver sentar nele só para ver como eu aguento? Provoquei.
E baixei a calcinha, abrir as pernas e ajeitei na entrada e arrebitei a bundinha deixando a visão privilegiada para o marido nunca se esquecer de que eu tinha relações sexuais na frente como uma esposa comportada virando biscate.
E começo um

rebolado cadenciado até acelerar e na sentada e meu amigo perguntou se eu ia gozar na frente dele e olhei pro meu marido e falei, vai marido bate uma enquanto tua esposa fode e vi-o tirar o pau pra fora e começar e ao vê meu marido batendo punheta gozei e beijando meu amigo falei, aproveita e goze na boceta que é o desejo dele e o amigo enche a minha boceta de semém. E trocamos um beijo e disse que era minha vez de dar atenção ao amado e levantei deixando o pau ir escapulir e fui sentar no na vara daquele que casou comigo e olhando pra baixo vir que escoriam gotas de porra da buceta que lubrificou o pau do meu marido.
E fiz questão de sentar devagar pra ele senti o impacto que ele era corno e a boceta estava cheio de porra de outro e não me lembro de ter sentido o pau como nesta vez inchado e cabeçudo e cheio de excitação tratou de me acariciar beijando meus seios, porém ele excitado não havia gozado, pois pelo efeito das bebidas por ele tomado fez com que seu gozo fosse retido temporariamente na fonte. E permanece duro.
E não tardou para o carinha viesse para o meu lado e virei o rosto a colocar o cacete na língua e sentir o prazer da mulher em fazer um pau de endurecer com esperma na cabeça e o amigo quis o que eu não esperava e mostrou assim que ele não estava ali na timidez e disse.
Tu vais aguentar dois... E respondi, mas primeiro o marido, deixa ele abri caminho e meu marido tira da boceta e enfia no cuzinho, mas só a cabeça e tira. E levantei levemente a bundinha, me oferecendo e ia ser enrabada e quando ele disse, não entendeste é dois pela frente.

E olho pro meu marido ...


Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]