Apresadinha:2de2:by Amanda/PR & Fernanda/PR

Loading

OI,É AGORA QUE A MENINA DESCOBRE SEU TALENTO ele me beijou na boca me fazendo ficar deitadinha na cama e colocando a mão na minha perna disse”abre as pernas Fernanda,fica assim,de pernas aberta que o primo vai te comer agora então menina”eu com os joelhos pro alto abri as pernas e falei”vai me comer?”ele”é,vou te comer todinha,você deve ser muito gostosa”eu sabendo que tinha fama de gostosinha na escola disse”é,acho que sou”ele”é sim,com certeza”ele se pôs de joelhos entre minhas pernas,se abaixou encima de mim e disse me dando um beijinho na boca”vamo transar então Fernanda,você já ta grandinha mesmo né”eu fiquei séria só esperando ser fudida,falei”é né,você gosta de mim né Sandro”ele”é,gosto sim”eu fiquei sorrindo e nisso ele foi encaixando a pica na entradinha de minha buceta,eu senti o pau em mim e disse levando a mão nele”posso segurar?”o Sandro então me deixou nervosa,ele tirou minha mão de seu pau e falou”não….fica quietinha,segura…..segura nos braços do primo”ele falou meio estúpido e eu fiquei com as mãos no colchão,ele segurando sua pica contra minha bucetinha colocou a outra mão no meu rosto,me segurou meio pelo pescoço,me deu um beijinho na boca e me disse ofegante me asustando”Fernanda,fica quieta,talvez vai doer um pouco mas já passa,fica quieta menina”eu na hora coloquei as mãos na bariga dele como se quisesse afastalo e falei”vai doer?por que Sandro?não quero que doa”ele tirou rapidamente a mão de sua pica e tirou minhas mãos de sua bariga falando”para,vai doer pouco eu disse,fica quieta”ele se livrou de minhas mãos e deitou encima de mim me deixando presa,eu olhava pra ele mas ele não me olhava nos olhos,eu falei”mas….mas…..não quero que doa Sandro,não quero”ele falou bem estúpido”fica quieta Fernanda,cala a boca,não vai doer então”ele segurou forte meu rosto,pescoço e deitado encima de mim começou a forçar segurando sua pica na entrada de minha bucetinha,eu fiquei com as mãos meio nas pernas dele e asustada comecei a tentar me livrar mexendo meu corpo,o Sandro percebeu e parou de forçar,me deu um beijo meio a força e disse”para Fernanda,não vai doer,eu gosto de você,vamos transar,você disse que quer e você vai gostar”eu fiquei paradinha olhando pra ele que falou”deixa eu transar com você,vai ser legal e daí você já vai ser grandinha e vai poder transar com a piazada da escola guria”eu com as pernas abertas com o cacete perto de me furar”ta,não vai doer?”ele”não,não vai,não dói não”eu não disse nada e ele deu uma esfregada na minha xana e nisso eu levei minha mão nela,dei uma acariciada,ele me deu um beijinho acima dos seios,com a mão na minha nuca ergueu minha cabeça e me beijou na boca e depois falou se ajeitando entre minhas pernas”agora vamos transar então né,fica calma,não precisa ter medo Fernanda,você vai gostar”eu”ta”ele me agarou pelas costas com a mão que tava na minha nuca e voltou a forçar o pau em mim,não tinha mais como eu me livrar,ele tava decidido,queria se o primeiro,ele deitou mesmo encima de mim e forçou pra valer o cacete,o segurando,eu fiquei com as mãos nas costas dele eu acho,ele colocou seu rosto do lado do meu e começou a socar a pica contra minha xaninha e começou a doer,eu”ah!ai!ai!ai!….aiiii!!!!”eu comecei a gritar mesmo,o Sandro gemendo no meu ouvido”para,para Fernanda,fica quieta”tava doendo muito mas eu não queria parar não,eu tentava não gritar de dor mas não conseguia mas queria ser fudida mesmo e fui então,deu uma dor muito forte,eu dei um grito”aiiii!!!!Sandro”e derepente o corpo dele veio pra cima de mim e seu cacete entrou em minha bucetinha…………..PERDI O SELINHO……….bem novinha né,o Sandro afundou em mim e parou de se mexer,tirou a mão de minhas costas e ficou entre minha pernas,me olhou nos olhos e disse”coloca a mão,ó,já entrou,já vai parar de doer Fernanda,mete a mão”eu muito nervosa,quase chorando mesmo disse”entrou?é?ta doendo,tira,tira Sandro”ele”não,não ta mais doendo,coloca a mão pra sentir meu pau menina”eu então me senti protegida por ele e levei a mão até seu pau e nisso notei todo dentro de mim,eu disse”levanta,deixa eu vê então”ele se ergueu um pouco,eu ergui um pouco a cabeça e vi o cacete sumindo na minha bucetinha e senti muito prazer na mesma hora,olhei pro Sandro e disse já meio sorrindo”legal,me fode”ele me deu um beijo na boca e segurando sua pica a puxou um pouquinho pra fora e a enfiou devolta e eu quase gozei devolta vendo isso,ele falou fazendo isso”ó,assim é bom ó”ele deitou levemente encima de mim e começou a me fuder divagar me beijando no rosto,na boca e falando muito carinhosos comigo”te amo Fernanda,não ta doendo né,assim ta bom né,se doer fala ta,ta doendo?”eu já gemendo de prazer”não,não ta Sandro,ta bom,eu sou gostosa?”ele riu e disse”é,é sim,e como é”que tal irmos com menos detalhes daqui pra frente?combinado né,o Sandro me fudeu assim por uns minutos fazendo eu sentir prazer por aquilo,ele me fudeu com calma falando umas gracinhas pra me deixar a vontade,depois então ele sem tirar o pau de mim me abraçou pelas costas,deitou lentamente me trazendo por cima,ele ficou deitado e eu encaixada encima de seu cacete,ele disse algo assim nessa movimentação”vem,vamo mudar de lugar,de posição,agora você vai ficar encima de mim peitudinha,você vai mandar,você gosta de mandar né”eu agarada por seus braços não disse nada sentindo a pica grande dele enterrada na minha bucetinha,com ele me mostrando como fazer comecei a cavalgar em meu primeiro pau,doía um pouco mas era muito bom e eu tava adorando,ele mantinha uma mão sempre na minha bundinha e a outra deslizava por todo meu corpo,cintura,bariga,seios,pescoço,nuca,ele então segurou nas minhas mãos,ficamos de mãos dadas e ele disse”vamo gozar juntos?vamo?assim ó,da as mãos aqui”demos as mãos e ele disse”vai,senta e levanta Fernanda,senta e levanta,vai,vamo gozar,rebola,deixa tua buceta bem fudida sua maluquinha”essas palavras me escitaram e falei”gozar juntos?como é isso?”ele acariciando minhas mãos,mãozinhas”gozando,vai,goza que eu vou gozar junto,vou gozar com você”eu sentindo muito prazer tendo minha xaninha sendo fudida divinamente na minha primeira vez disse gemendo”tahh!!….ah!…vamo então”cavalguei com força aumentando meu prazer,ele vendo que eu tava quase gozando começou a me elogiar”isso sua safada,vai Fernanda,que menina safadinha você,ta gostando do meu pau né sua maluquinha”eu sorria,fechava os olhos e cavalgava de mãos dadas com ele,senti a onda de prazer vindo,sentei até o talo,me abaixei encima dele e gozei me contorcendo toda,soltamos as mãos e eu meio deslizei encima do corpo dele e nisso sei cacete saiu de minha xaninha pela primeira vez após ter me inaugurado,o Sandro me deitou pro lado e com a mão no meu rosto e me beijando falou”quer chupar agora?pra eu gozar?quer?”eu delirando”hã?quero…quero…é,quero”ele se pôs velozmente de joelhos na cama e me deu a pica pra eu mamar mas assim que eu meti a mão nela o pia começou a gozar mas eu nem reparei e meti a boca e daí senti que ele já tava gozando mas ele falou”vai,vai,chupa….chupa tudo”eu muito cansada dei uma chupada engolindo um tanto de porra e tirei o pau de boca,o Sandro alizava meu cabelo e meu corpo com as mãos,ele levou a mão na minha xaninha e eu nem liguei,tava cansadinha mesmo,anos depois conversando com ele sobre tudo isso ele me disse que nesse instante limpou o pouco de sangue que saiu de mim e eu nem notei que havia sangrado e isso foi muito massa né,tipo,não me asustei,eu tirei a boca do pau e disse”senta Sandro,senta pra eu chupar melhor”ele sentou e eu deitei em suas pernas e mamei por uns minutos mas ele então notou eu moidinha e decidiu me dar um tempo,ele tirou minha boca de seu pau e me pôs em seu colo e falou me abraçando”gostou?não doeu né,só um pouquinho né mas foi bom né”eu fiquei o olhando toda frágil e ele me deu um beijo na boca e levou a mão na minha bucetinha e disse”ficou fudidinha Fernanda,gostou?”eu dei uma risadinha com o toque dele e falei”ah!gostei sim,e você?gostou de…de me comer?”ele sorriu e disse”gostei”eu cansada mas não sabendo disso falei”vamo enfiar no meu cu agora?vamo né”ele ficou me olhando e levou a mão de minha xana pro meu cuzinho e enfiou o dedo nele me segurando pelas costas,eu dei um”ai!Sandro”e fiquei sorrindo quando ele disse”quer da o rabinho também né,que nem viu na revista do primo?”eu no colo dele,no dedo dele disse”é.é sim”ele”ta,mas vamos descansar um pouco agora”ele tirou a mão de mim,levantou da cama e me pegou nos braços e me deitou na cama do lado,na cama do primo Elias e me disse”fica ai um pouco,descansa que depois,daqui a pouco vamo enfiar no teu rabinho”isso não era nem 10Hrs ainda com certeza e tínhamos bastante tempo antes de titia voltar,eu sabendo que ele sabia o que tava fazendo disse”ta,ta bom Sandro”bem,fiquei deitadinha,coberta,não dormi e o pia vestiu o calção e me trouxe café com leite e bolachas na cama mas disse”só não suja tudo ta”eu me alimentei de ladinho na cama enquanto o Sandro limpou sua cama com papel higiênico,eu notei mas não perguntei o que ele fazia,bem,o pia ajeitou tudo e já tava pronto pra terminar o serviço,ele deitou comigo na cama do Elias,me beijou um tanto e já muito escitado devolta falou passando a mão na minha bundinha”vamo meter no teu cuzinho agora?você quer mesmo?”eu fiquei toda sorridente e disse”quero Sandro,vamo”ele me levantou da cama do Elias e ficamos de pé entre as camas,o pia segurou minha mão e a deitou por cima do calção encima de seu pau dizendo”vê se meu pau ta duro pra te fuder Fernanda”eu encostei nele e falei”ta,ta duro sim”ele ficou me olhando e demos risada,ele falou”não quer chupar denovo?”eu saquei ele de bobeira e falei”idiota,ta,eu chupo sim,eu sei chupar né”ele”sabe,sabe muito bem”o pia me pôs de joelhos no chão,eu puxei seu calção pra baixo e me atraquei na pica,mamei muito já me achando a melhor boqueteira do mundo,eu ainda não era né,anos depois o pia me disse que minha boquinha da vontade de ficar fudendo o dia inteiro por que eu fico sempre de boca meio aberta e que minhas bochechinhas fazem o cara ficar de pau duro na hora,eu não gosto muito que me chamem de bochechudinha mas olhando desse ponto de vista até que vale a pena né,bem,chupei o Sandro um tanto ali no chão até que eu falei”pronto pia,já ta com o pau bem duro,agora enfia no meu cu,no meu rabinho”ele acariciou meu rosto e disse”ta,da mais uma chupada e fica de quatro….no chão,é,lugar de dar o rabinho é no chão menina,que nem uma putinha safada”eu ouvi isso o olhando toda sorridente e dei mais uma mamada e depois me pus de quatro já em sua frente,ele”isso cadelinha,empina a bundinha pro primo Fernanda”fiz isso,empinei a bunda e falei”vai,enfia no meu rabinho”ele abaixou atrás de mim e disse”ah!deixa eu te chupar denovo também?”eu toda seduzida”ta,ta bom”ele me chupou um pouco e disse esfregando minha xaninha”tua bucetinha é deliciosa,mete a mão nela maluquinha”eu olhei pra ele e falei o fazendo rir”deliciosa?que sabor tem?”ele riu e disse”o melhor sabor do mundo sua safadinha gostosa”eu meti a mão na minha xana e a sentindo toda molhadinha não pensei duas vezes,disse”ta de pau duro?mete na minha bucetinha denovo um pouco,mete Sandro”ele com a mão na minha bundinha”meto,você ta mandando?não vai dizer isso?”eu olhei pra ele e vi que ele tava brincando comigo e falei”é,to mandando,eu mando em tudo pia,vai,mete na minha bucetinha eu disse”ele se pôs de quatro encima de mim sem enfiar,ficou encima de mim mesmo,tipo,me cobrindo,segurou na minha nuca e falou”ta,ta bom mandona,menina mimada do caralho”eu”cala a boca,enfia logo”falei isso esfregando minha xana e ele disse”ta,então relaxa essa buceta linda,relaxa Fernanda”eu pus as duas mãos no chão,o pia ajoelhou atrás de mim e enfiou lentamente a pica em mim,entrou a cabeça e doeu,eu”ai!ta doendo droga”ele”calma,já passa,já passa,você sabe né”eu”ta,eu sei sim”já tava me achando,ele enterou o pau,a dor foi dando espaço ao prazer e comecei a gemer,ele me fudeu ficando o tempo todo ajoelhado se me lembro bem,eu não me lembro de tudo tudinho que nem a Mandy,me detestem então,quando ele viu que eu tava quase gozando devolta tirou o cacete levantando do chão e falando”vai,mete a mão agora e vê como te deixo bem fudida Fernanda”senti o pau saindo,ouvi as palavras dele e levei a mão até minha xana e ela tava frouxa,frouxinha né Mandy;enquanto isso a Mandy decerto copiava tudo direitinho o que a tia passava no quadro na aula;o Sandro parou de pé do meu lado me vendo me contorcer de prazer e disse metendo a mão na minha cabeça”vem vem,chupa mais um pouco”fiquei de joelhos e voltei a mamar,depois ele disse”vai,agora vamos meter no rabinho da priminha safada”eu só sorria com esses elogios dele,me pus de quatro devolta e ele encheu a mão de saliva e começou a preparar meu cuzinho pra ele enterar seu cacete nele,enfiou um dedo e quase não doía,eu rebolava dando risada com as besteiras que ele me dizia,ele falou”posso enfiar dois dedos”eu”pode,claro,enfia o pau logo”ele”ta,espera”tirou o dedo,deu uma massageada no meu rabo e enfiou dois dedos então alargando meu cuzinho,doeu um pouco mais ele me acalmou dizendo”já passa,já passa”ele então tirou os dedos e falou apalpando minha bundinha com as duas mãos”vamo meter o pau então né menina”eu olhei na mesma hora toda sorridente e disse”ah!vamo,mete”o Sandro”então deita,encosta na cama”eu fui me levantar mas ele falou”não,não levanta,só deita os seios na cama,assim ó”ele me segurou pelo braço e eu andei de joelhos no chão e ele me pôs como queria pra eu não poder fugir,fiquei com os joelhos no chão mas com o corpo deitado encima da cama com as mão repousadas no colchão,o Sandro então se posicionou de pé atrás de mim pra fuder minha bundinha,eu com a bucetinha já estourada só esperava levar no rabo também,o Sandro de pé se apoiou com uma mão na cama

e com a outra encaixou a pica no meu rabinho e começou a forçar,eu deitei a cabeça no colchão e fiquei olhando pra ele,o pia disse”relaxa Fernanda,fica com o cuzinho bem mole pro primo enfiar em você”eu”ta bom Sandro,eu fico mas mete logo”ele foi forçando e disse”mete a mão na tua buceta menina”eu por baixo então levei a mão até minha xana e fiquei me esfregando enquanto meu rabo era forçado,eu esfregava lentamente minha xaninha adorando a sentir toda fudida,então ouvi o Sandro falar me matando de prazer”ta entrando,ta entrando putinha”comecei a sentir meu cuzinho abrindo pro cacete e não doía,sorri e falei”legal,vai,mete tudo,mete tudo Sandro”ele abaixou um pouco e me dando um beijo no cabelo falou”sua safadinha,dando o rabo tão novinha,não ta doendo né,ta gostando?”eu acariciando minha bucetinha”to,to adorando e não ta doendo,pode meter”então ele empurou o cacete com força com a mão e eu senti meu cuzinho afrouxar todo e a pica entrou dentro dele e eu”ahhhh!!!!….ah!ah!ah!”a pica entrou e o pia tirou a mão dela e meio que deitou gemendo encima de mim dizendo”nossa,que rabo heim Fernanda,você é muito gostosa guria”eu delirando de prazer disse”entrou tudo?é bom,me fode”ele se pôs de joelhos no chão sem tirar o pau de mim e falou”bom né”ele tirou minha mão de minha xana,a colocou no colchão,deitou pra valer encima de mim encostando seu peito nas minhas costas,segurou minha cabeça com uma mão e com a outra foi enfiando o cacete fundo no meu rabinho e falou no meu ouvido”ai!Fernanda,fala,fala assim,vai mete no rabo de tua cadelinha”eu gemendo muito olhei pra ele e não disse nada,ele”vai,fala,fala Fernanda”eu então fiz a vontade dele,eu com as mãos no colchão e com ele encima de mim falei”vai,mete no rabo da tua cadelinha,mete Sandro”ele me segurando pela nuca virou ao máximo minha cara e me beijou na boca e começou a fuder meu cuzinho levando e puxando a pica nele e isso não doía,só me matava de prazer,lá tava eu,novinha dando o rabo pro meu primo na casa a titia quando deveria aquela hora estar na escola,eu tava aprendendo coisa melhor,vão por mim,o Sandro ajoelhado no chão levantou seu corpo de cima de mim e fudeu muito meu rabinho então socando forte o cacete em mim fazendo eu me babar de tanto gemer,ele socou tanto que me lembro que varias vezes ele parava pra ajeitar minha bundinha no lugar devolta por que eu ia me inclinando pro lado,quando ele se pôs a esfregar minha bucetinha junto então eu não agüentei,gozei devolta,assim que gozei tive o pau socado até o fundo no meu cuzinho e o Sandro se apoiou com as duas mãos na cama e ficou me beijando nas costas,nuca,pescoço,gozei muito,senti minha xaninha encharcada e levei a mão até ela e a esfreguei muito,o Sandro então sem as mãos foi puxando a pica pra fora e ela saiu toda de meu rabinho e eu senti um ar geladinho entrando no meu cuzinho e levei na mesma hora minha mão da xana pro meu rabo e o senti aberto e pulsando e senti muito prazer com isso,o Sandro segurou seu pau e disse o encostando devolta no meu rabo”vai,tira a mão,deixa o primo comer mais esse cuzinho”eu acariciei com os dedos mais um pouco meu rabo fudido e o deixei pro pia fudelo,a pica encostou no meu rabinho devolta,eu coloquei as mãos no colchão e relaxando tive meu rabinho tomado pelo cacete denovo e foi isso,vamos mais rápido,ele fudeu meu rabinho assim por uns minutos até tirar o pau me segurar pela bariga me fazendo levantar e me deitou na cama,na sua cama,ele deitou comigo e ficou me beijando enquanto esfregava minha xaninha também,eu deitada de pernas escancaradas sorria muito com as palavras dele e com tudo aquilo,eu falava pouco,já tava muito cansada,ele mesmo percebendo isso me pôs de ladinho,deitou atrás de mim e disse”quero só comer esse cuzinho mais uma vez e daí chega né Fernanda”eu sonolenta”é,chega daí,quero…..quero ir pra casa”ele enfiou o cacete no meu rabo e me fudeu me abraçando na cama,eu gemia muito e alto”ah!ah!ah!….ah!ah!ahhhhh!!!!!”ele metia na minha bunda e alizava meus seios e dizia besteirinhas na minha nuca,ele fudeu como quis meu cuzinho por uns vinte minutos eu acho,socava um tanto,parava a pica no fundo,retomava o fôlego e socava na priminha denovo,ele então num movimento rápido me pôs deitada de bariga pra baixo e subiu encima de mim sem tirar o pau e fudeu meu cuzinho com força e nisso começou a doer,eu mal notei o movimento,só fui levada e derepente tava com o cara montado encima de mim me rasgando por trás,tava doendo e eu”ai!Sandro,ai!….ai!sai,sai pia….assim não quero,não quero,tira,tira”ele tava querendo gozar me vendo fudida e não tirou a pica da pobre priminha,ele agarou meu cabelo e o enrolando na mão disse”cala a boca,cala a boca putinha,deixa o primo te fuder menina”ele me fudeu meio a força por poucos minutos e gozou tudo dentro de mim,no fundo do meu rabo,ele gozou e deitou encima de mim e me viro de ladinho devolta e tirou o cacete de mim lentamente,nossa,eu tava esgotada,logo eu tava deitada de bariga pra cima e ele do meu lado me beijando no rosto,na boca e acariciando minha xaninha delicadamente,ele sabia que eu já tava moída,meu cuzinho ficou pulsando e derepente senti algo melecado na minha bundinha e no colchão,era o gozo do Sandro que havia escorido de meu rabo,eu coloquei a mão no gozo na minha bunda e falei”gozou em mim,tem que limpar né”ele me beijando”é,tem que sim,fica ai que o primo já limpa”ele desceu,buscou mais papel higiênico e limpou minha bundinha——————————————————————————————————————FIM DE FODA—————————————————————————————————————ele limpou tudo com eu deitadinha na cama,ele então deitou comigo e me acariciando muito falou”foi legal né,você gostou né….é….não achou ruim né”eu”não,não achei ruim,eu gostei Sandro”ele me agradando”você transa muito bem menina”eu abri um baita sorriso e”eu?verdade?legal…gostou…..gostou de transar comigo?”ele”claro…claro,você…..você é muito gostosa e quente sabe?é quente na cama”bem,nos vestimos,ele me ajudou a me vestir e me falou”olha,você sabe né que não pode falar,contar isso pra ninguém né Fernanda,você não pode contar ta bom?”eu adorando o jeito dele”eu sei,claro Sandro,não vou contar”ele”mas não pode contar pra ninguém,ninguém Fernanda,nem pra tuas amigas nem pra ninguém”eu fiquei calada,ele me segurou pelo pulso,segurou na minha nuca e me deu um baita beijo na boca e falou me olhando nos olhos”não vai contar pra ninguém né…te amo Fernanda,nós somos namoradinhos agora mas namoradinhos secretos”eu senti muito tesão e busquei devolta o beijo dele e fui atendida,nos beijamos denovo e eu falei depois”ta,namoradinhos secretos”nos beijamos mais um tanto,isso era pelas 11Hrs,ele então disse pra eu ir pra casa e ir tomar banho,eu”por que tomar banho Sandro?não quero,tomo depois,denoite”ele”não Fernanda,vai pra casa e toma banho,entendeu?diz pra tua mãe que você quis tomar banho e pronto,ela não vai desconfiar,não vai mesmo”eu disse que ia tomar então e ele”então tchau,vai,tchau que a tia já deve ta voltando e se ela pega nós dois aqui vai desconfiar talvez”eu me fiz de putinha de vez,eu”ta,gostou de me fuder?”ele”gostei,gostei sim,você é ótima”eu”eu também gostei,vai me fuder denovo né”ele”claro,vou sim,quando você quiser sua maluquinha mas agora vai pra casa mesmo,vai Fernanda e ó,bico fechado né,não conta pra ninguém se não vai estragar tudo e não vou mais poder te fuder menina”eu sorri e disse”ta,to indo,tchau”ele”tchau minha putinha”eu já na porta”tchau meu…..meu safado,meu safadão”ele deu um sorriso e eu desci a escada e fui pra casa lentamente mas explodindo de alegria,cheguei em casa pensando em ir realmente tomar banho mas deitei de bobeira no sofá,fui me aconchegando nas almofadas e estando muito cansada peguei no sono……………..mamãe chegou meio dia e deu de cara comigo roncando no sofá mas não me acordou,quis deixar sua princesa dormindo,então acordei com o barulho dela pela casa e eu tava toda suada,foi estranho,suei pra caralho dormindo,minha mãe me viu acordando e disse”acordou menina?que que você tem hoje Fernanda que não quis ir pra aula e dormiu no sofá?ta se sentindo mal?”eu não disse nada e ela veio até mim e me viu toda suada e ficou bem preocupada mas eu disse que não era nada e fui pro quarto,deitei na cama e me pus a me tocar na bucetinha por cima do calçãosinho sem coberta por cima me lembrando da manha maravilhosa que tinha tido,umas duas vezes mamãe apareceu no quarto preocupada comigo,com meu cansaço,normalmente eu estaria pulando pela casa a incomodando muito,porra,pelo que eu me lembro as vezes que ela apareceu no quarto eu nem me preocupei em tirar a mão do meio das pernas,fiquei me tocando na sua frente,acho que ela sempre soube que eu começaria sedo,bem,almoçamos e ela foi pro trabalho devolta mas antes ligou pra minha tia,mãe do Sandro pedindo pra ela ficar de olho em mim detarde por que eu tava estranha,meus priminhos apareceram,eu brinquei um pouco com eles pela rua,pelos quintais mas então não parando de pensar,de me lembrar da minha primeira trepada acabei indo na casa da titia e subi até o quarto de meus primos e fiquei lá na cama do Sandro foliando as revistas e morrendo de vontade de trepar denovo,fui olhando as fotos sem dar muita bola pra elas pois eu já tinha experimentado aquilo na pratica agora mas quando meus olhos viram a primeira foto de uma guria sendo fudida por dois caras ao mesmo tempo eu me escitei devolta com a revista,reparei na foto e a guria tinha um pau na buceta e outro no rabo e eu tive certeza que aquilo deveria ser bom e na hora imaginei os dois caras,eu”Sandro e Elias”comecei a pensar,querer ser fudida por dois caras juntos e o Elias ao lado do Sandro era a única possibilidade que me vinha na cabeça,não tive duvidas,decidi que daria encima,me ofereceria pro Elias,nem me lembrei que o Sandro havia me pedido pra não contar do nosso caso a ninguém,bem,fiquei lá no quarto só sonhando em ter duas picas me fudendo mas pelas 4Hrs fui interrompida pela minha tia que me chamou pra tomar um lance lá embaixo,ela tava preocupada com a saúde da sobrinha querida,lance feito fui correndo lá pra cima devolta e acho que titia me perguntou”o que a menina faz tanto lá encima heim?olha olha Fernanda,você sabe que teus primos não gostam que mexam nas coisas deles né”eu de certo”não tia,não mecho em nada não,só….só to brincando”eu queria mexer com uma coisa deles né mas essa coisa fica presa neles,pendurada assim abaixo da bariga,fiquei lá no quarto ansiosa pra caralho pra rever meu namoradinho que logo deveria chegar da aula mas não chegou,fiquei esperando,esperando e nada do Sandro chegar,deu perto das 6Hrs e eu fui pra rua vê se ele não estava por lá conversando com algum amigo,ele não tava e eu conclui que o pia já tava me traindo,tinha ido pro centro bagunçar,fiquei com ciúmes mesmo mas então apareceu o Elias vindo do trampo,ele me viu de longe e me cumprimentou com um tchauzinho e isso me deixou a vontade pra chegar nele,fui na hora devolta pra dentro da casa de titia e fiquei na cozinha conversando com o Elias,conversa normal pois titia tava perto,o pia subiu pro quarto e eu atrás é lógico,ele notou meu interesse e me provocou,trocou de roupa na minha frente ficando só de cueca,eu me calei na mesma hora e ele me olhou nos olhos e eu dei um sorrisinho;enquanto isso a Mandy reinava com seu pai por ele querer botar mais uma blusa nela pra menina proteger sua gargantinha;o Elias desviou o meu olhar e vestiu outra roupa pra se mandar pro colégio,ele falou”mas o primo tem que cair fora Fernandinha,adoraria ficar aqui com você mas se eu não for a tua tia me enche o saco”eu subi na cama do Sandro,minha cama também né,ajoelhada encima da cama com as pernas meio abertas disse pro Elias”é né,posso…..posso ficar aqui Elias?é que…é que eu gosto de ficar aqui”ele me olhou nos olhos devolta e falou”pode….claro,pode ficar só não bagunça tudo né menina,gosta de ficar aqui né,eu sei”eu sorri e deitando de ladinho na cama falei”ah!é legal aqui,eu gosto”ele então também muito atraído por mim disse”e de mim…e do Sandro?você também gosta de nós?”eu fiquei muda,não subi o que dizer e ele ficou achando que tinha pegado pesado comigo e disse após um instante de silencio”é….tchau…tchau então”eu agi meio por impulso e disse baixinho querendo me redimir do meu silencio”tchau,me….me da um beijo”ele parou de pé,me olhou,eu fiquei o olhando meio tensa,eu deitada na cama,o Elias então veio em minha direção e disse meio brincando”ta…aonde?na boca?”antes que eu sacasse que ele só tava brincando ele se abaixou encima de mim e me deu um beijo no rosto e eu nem sequer coloquei a mão nele,ele foi embora e eu fiquei lá me odiando por ter tido medo de dar encima dele e de ter ficado calada nas horas que eu mais deveria ter falado algo,bem,minha mãe logo chegou e me catou na casa da titia e ficou me agarando o resto do dia preocupada comigo e acreditem ou não pelas 8Hrs ela me disse”menina,vai tomar banho que a senhorita ta fedendo,fica brincando que nem um guri o dia todo né”eu ainda não tinha tomado o banho que o Sandro mandou eu tomar e meu corpinho fedia a foda,não sei como mamãe não percebeu esse cheiro,ela o conhece bem;a Mandy não gosta que eu fale essas coisas,danise Mandy,sabia que nossas mães também trepam guria?;bem,devo ter dormido no sofá denovo e mamãe me levou pra cama,eu dormia já não mas como um anjinho,dormia como uma capetinha,bem melhor né,fala sério——————————————————————————————————————AGORA COMO ME JOGUEI ENCIMA DE MEUS DOIS PRIMOS SÁBADO DEMANHA—————————————————————————————————————–sábado acordei pelas 8:30Hrs,mamãe em casa,tomei café da manha e quando sentei no sofá pra asistir desenho comecei a me tocar por acaso e não parei mais de pensar em transar denovo ...


Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]