BELA, RECATADA E DO LAR.

Loading

Tem dias em que seria preferível ficar na cama, não levantar e anular a data no calendário. Como se isso fosse possível para mim...Sou dona de casa, uma escrava do lar melhor dizendo. O marido amoroso que tenho e que me dá todo o conforto material com que posso sonhar é meu único prazer na vida. Filhos, três pequenos demônios, casa enorme que parece se sujar sozinha e infinitas refeições à serem preparadas tomam o meu dia. Mas existem outros detalhes dentro das minhas obrigações. Lavar e passar roupa, preparar os filhos para a escola, fazer as compras e pagar as contas e...Muito mais, a lista aqui ficaria enorme.
Eu sou forte, me esforço e me considero habilitada para ser uma simples dona de casa, mas infelizmente às vezes não consigo...Eu falho, cometo erros e meu maior pecado...Raramente mas acontece, posso perder a paciência, gritar com meus filhos e até com meu marido que é um homem honesto e trabalhador, nosso provedor e guardião...E muito severo também. Eu procuro me controlar, quero ser uma boa dona de casa, responsável e cuidadosa além de uma boa mãe, boa esposa e até uma boa amante para o homem da casa quando ele chega cansado e às vezes irritado pelo trabalho, mas nem sempre consigo.
Minha busca pela perfeição já me levou ao limite da sanidade mental, eu percebi cedo que precisava melhorar minha eficiência e para isso tentei muitas coisas, levantar bem cedo, dormir

tarde, ser mais rápida e me dedicar só as coisas da casa, filhos e marido, nada mais de diversão para mim, mas mesmo assim entrei em desespero muitas vezes, gritei com meu esposo e já estava vendo o fim próximo do nosso casamento quando as coisas se acertaram como num passe de mágica. Uma vizinha, senhora de alguma idade e muita experiência me salvou com sua sabedoria, do alto do seu casamento de vinte e cinco anos me abriu um novo caminho, iluminou meus horizontes.
Disciplina doméstica! Sim um pouco de disciplina era o que eu precisava e não sabia. Aquela senhora bem simples e muito sábia me explicou o que eu precisava saber. Me mostrou que às vezes depois de um dia exaustivo onde não se conseguiu fazer nem metade da "lista" tudo o que precisamos é de uma boa surra! Se temos um marido, um homem viril o suficiente e corajoso para espancar a esposa na bunda sem dó, podemos melhorar as coisas em casa.
Minha vizinha foi mais longe e com pena de mim falou com seu marido, eu falei com o meu que aceitou de imediato. O vizinho cuidou de instruir meu marido no assunto e ele achou tudo muito interessante , mesmo ligeiramente desconfiado atendeu meu pedido para ser disciplinada quando necessário, quando viu os resultados e as mudanças no meu comportamento virou um entusiasta.
Eu não preciso mais pedir para ser disciplinada pelo meu marido, ele sabe ...


Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]