Brincadeira de moleques

Loading

Brincadeira de criança……conheço todas, fui moleque de correr atrás de bola, empinar pipa, rodar peão, jogar bolinha de gude, brincar de pique tomar banho de riacho, carrinho de rolimã, sempre fui expert em muitas atividades, e sexualmente falando também não ficava atrás (aliás, gostava mesmo de ficar na frente), quando não era cantado por moleques maiores, eu tinha meus métodos de abordagens, que na maioria das vezes eram bem sucedidas.

Eu tinha um amigo, o Chiquinho, franzino, pouca coisa mais velho que eu, porem bem menor em estatura, estudávamos juntos, inclusive nas aulas particulares, o que nos proporcionava também brincadeiras fora da escola, e até atividades em grupo, na casa um do outro; muitas vezes, pelo adiantar da hora, Chiquinho pernoitava em minha casa, e a partir do que relato hoje, se tornou bem mais constante.

Como, comentei no início, eu era expert em muitas brincadeiras, e também sempre fui muito assanhadinho, sexualmente falando, e Chiquinho era um moleque super tímido, portanto quem comandava as ações, as brincadeiras era eu.

Em uma oportunidade, na qual estávamos fazendo um trabalho escolar em grupo, foi uma dessas vezes que Chiquinho pernoitaria em minha casa, após concretizarmos as pesquisas e o trabalho, iniciamos uma brincadeira em meu quarto de jogo da verdade, eu sei que muitos vão falar, que esse tipo de brincadeira eram as meninas que praticavam mais, mas aí que estava meu poder de abordagem, ali eu me transformava aos poucos, no decorrer da brincadeira a parte feminina da coisa.



Ambos estávamos apenas vestindo shorts, devido ao calor, o que proporcionava a todo momento nos movimentos, a visão do pau de Chiquinho, o que automaticamente mexeu com meus instintos…..

Meus pais, já haviam ido deitar-se, até porque meu pai sairia de madrugada, era caminhoneiro, e minha mãe iria com ele, pois teria uma consulta marcada numa cidade próxima, logo cedinho.

A brincadeira rolava com as perguntinhas básicas, tipo que menina havia beijado, que comida não gostava, que livro havia lido (perguntas nada a ver ), com a visão do pirú do Chiquinho de relance eu comecei a fazer perguntas de cunho sexual, tipo se já tinha comido alguma menina, se menina já tinha segurado o pau dele, se alguma menina tinha chupado o pau dele…..a partir daí, notava-se que a excitação dele começava a aflorar, mas devido sua timidez ele tentava esconder, mas como era o jogo da verdade, não mentia, pois eu fazia questão de afirmar que seguia a risca o nome do jogo.

A visão da pica do Chiquinho super dura, eu também super excitado, me fez propor outro tipo de brincadeira, que apesar dele nunca ter brincado, aceitou, era uma espécie de cobrinha cega, porem, jogo de descobrir que parte do corpo estava tocando, porem com olhos vendados. Usamos uma fronha para servir de venda, e Chiquinho foi o primeiro a ser vendado.

Primeiro coloquei o pé, no joelho dele, ele sem poder me tocar, descobriu se tratar de meu pé, ...


Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]