Como é bom ver a Cris chegar da rua com a buceta cheia de porra.

Loading

Somos muito felizes assim, ela é totalmente liberada, eu sou tbm, nem tanto como ela, mas sou, ela ainda é um pouco ciumenta, já deixou eu comer umas gatinhas ai,mas sempre depois de muita conversa kkkkk, mas ela é liberada pra fazer o que quiser, sempre peço que me ligue e me avise de algum programa de ultima hora pra eu ficar esperando de pau duro,mas ela sempre me faz surpresas me contando a noite o que fez de dia, agora ela tem um amante fixo, o medico ginecologista que esta cuidando dela, ele cuida da saudê dela e quer come-la todos os dias se abusar, eu e ela que controlamos pra não cair na rotina,mas pelo menos umas três ou quatro vezes no mês ela da um pulinho no consultório no ultimo horário e de lá para o motel, estamos gostando desse novo amante, pois ele mete nela sem camisinha, e ela sempre vem com a buceta e o cuzinho cheio de porra, pra eu meter nela toda melada, falamos vulgarmente de sopinha, eu adoro pegar uma sopinha nela, fica toda melada, não chupo ela assim, mas passo a mão e meto a rola nela toda melada de porra de outro, que delicia, ela já chegava assim antes desse amante, mas os outros não gozavam dentro, metiam de camisinha e na ora de gozar, tiravam e gozavam na portinha, ai ela colocava a calcinha e vinha pra casa, já aconteceu de ela ficar quase que o dia todo trabalhando com a buceta toda melada de porra, só pra não limpar e chegar em casa a noite pra eu ver, quem nunca fez uma coisa assim não sabe como é bom, minha relação melhorou muito depois de a Cris virou essa puta que é hoje, adoro ver ela metendo com outro, ver ela levando rola de quatro e olhando pra mim com carinha de tesão de

puta, ela pegar em rola que as vezes nem consegue abraçar com a mão e tentar enfiar na boca,mal entra a cabeça e ela chupa olhando pra mim com cara de safada, que delicia isso, ela chupa e olha pra mim, os caras gozam na boca dela com ela olhando pra mim, quem nunca viu fazerem isso com a esposa não sabe o que ta perdendo, ela de quatro e o cara colocando uma tora na buceta dela e ela gemendo e falando amorzinho ele ta acabando com a minha bucetinha, eu me masturbo e gozo só de lembrar dessas trepadas dela, os caras comendo o cuzinho dela, ela fala que não gosta muito,mas que sabe que eu e os machos que comem ela gostam e que puta que é puta tem que dar o cu, então ela da e os caras comem, as vezes tem cara com o pau tão grande que eu tenho que ajudar,abrindo bem a bundinha dela e expondo o cuzinho rosadinho dela pra receber aquela rola enorme, como no ultimo conto, já chegaram a encher o cu dela de fissuras de tão grossa o rola que comeu ela, eu falo que já rasgaram o cu dela e ela concorda, tem uma vez que ela chupava o pau do cara e o pau ficava babando, o cara não gozava mas ficava babando e ela adorava, engolia todinho olhando pra mim, quando o pau é grande e comprido, passa a garganta dela e ela fica com os olhes cheios de lagrimas, não sei qual a ligação da garganta com os olhas mas fica, ai eu sei que passou a garganta dela,alguns gozam la dentro da garganta e ela já engole tudo, estávamos numa festa de casamento bem grande muitos convidados e a festa a noite em um salão muito grande em um recinto de festa de peão aqui na cidade, nas proximidades ...


Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]