DESEJO OCULTO DE UMA ESPOSA INDOMÁVEL

Loading

Meu nome é Leonardo, tenho 47 anos, casado a 23 anos com Cristiny. Temos 04 filhos. Ela possui 36 anos, loirinha, 67 quilos muito bem distribuídos, casal normal do dia a dia. Temos uma vida sexual ativa. Casamos muito jovens ela na época tinha 16 anos, e nunca tinha se relacionado com outro homem. Transamos muito gostoso e na cama minha esposa é uma mulher completa. Adoro ver ela fazer uma sexo oral comigo, perfeita! Sabe chupar uma rola como poucas. Adora trepar, porem sexo anal já fizemos algumas vezes mas ela diz não se agradar muito nessa pratica. Curtimos muito ir a motéis e passar a noite. Há algum tempo, durante as transas minha esposa tem manifestado a vontade de conhecer outro homem na cama. No inicio fiquei contrariado. Porem aquela ideia foi sendo amadurecida. Começamos então a conversar muito a respeito do assunto. Pra mim, traição é quando se faz algo escondido, quando se quebra a confiança. Porem neste caso, não esta sendo proposto uma traição e sim uma aventura sem compromisso, pois não queremos envolvimento, apenas uma transa que com certeza ira apimentar nossa relação. Ela tem a curiosidade de ver como é transar com outro homem e tem demonstrado a vontade de ser penetrada por outro macho, e confesso que isso me deixa cheio de tesão. Ocorre que não sabíamos como proceder e nem quem poderíamos convidar para a aventura, pois como já disse, não queríamos envolvimento algum. Sempre conversávamos a respeito do assunto, minha esposa, certa vez, deu a ideia de convidarmos um casal e fazer uma troca de casais em quartos separados, pois ela gostaria de ficar mais a vontade. Ficaria acanhada comigo por perto…. É uma possibilidade! Dei a ideia para ela de chamarmos outro homem e praticarmos um sexo a trois (dois machos e uma femea no mesmo ambiente). Outra possibilidade…. E cada conversa a gente acabava transando e conversando durante a transa sobre o assunto, que sempre dava muito tesão em mim e nela. Todas as vezes que ela começava a sussurrar em meu ouvido do desejo de transar com outro homem, meu pau enrijecia e eu gozava muito, enchendo sempre sua bocetinha deliciosa de porra quentinha. Como demonstrado na foto, a bocetinha de minha esposa é muito molhadinha e quentinha. Ela sabe rebolar e levar um homem ao delírio. Bota-la de quatro e meter forte é uma cena indescritível, onde seus fartos seios balançam e seus quadris num vai e vem faz o gozo de um homem ser forte e abundante.

Há algumas semanas atrás, convidei Cristiny para irmos um motel recém inaugurado aqui em Goiânia. Já fazia algum tempo que a gente não ia a um motel. Chegamos cedo por volta das 20:00 horas no motel. Tomamos um banho bem gostoso. Ela pediu que eu saísse

para a garagem pois colocaria uma roupinha surpresa pra mim. Ao retornar no quarto minha esposa estava vestida com um espartilho negro lindíssimo, com uma calcinha fio dental maravilhosa. Meu cacete ficou latejando de ver minha musa naquela roupa linda. Fui logo jogando-a por cima da cama, beijando-a e passando a mão sobre seus seios fartos. Juntava os dois peitos e os apertava. Desci logo sobre o seu corpo quente e tirei sua calcinha com os dentes. Comecei a beijar seu clitóris e sugar aquela bocetinha deliciosa. Em seguida Cristiny pegou meu cacete e colocou em sua boca. Engolia e tirava o cacete esfregando carinhosamente em sua boca. Era um prazer indescritível. De minuto em minuto eu falava pra ela parar, pois se não eu gozava. Ela então parou e pediu que eu trepasse nela bem gostoso, pois ela queria porra bem quente na sua boceta. Não perdi tempo, fui logo socando minha rola naquela grutinha deliciosa. Estava toda molhada. Tinha colocado uma bolinha de óleos afrodisíacos na boceta, que com o estocar da rola o perfume invadia o ambiente. A medida que fui ficando ofegante em cima dela, ela sussurrava em meu ouvido que queria mais, e que queria ser trepada por outro homem e que eu autorizasse ela a realizar este sonho, quando num movimento rápido ela disse que iria gozar… Não pude aguentar… gozei também como um garanhão em sua boceta, inundando-a de porra quente. Gozamos juntos! Uma delicia!

Resolvemos dar uma saída e ir comer algo na rua. Queríamos dar uma volta na cidade e repormos as energias, pois iriamos pernoitar no motel. Pedi minha esposa que colocasse um mini vestido de lurex branco que tinha a presenteado. Ela olhou pra mim e falou que o vestido era meio transparente e se eu não iria me incomodar…. Disse prontamente que não. Ela então se vestiu e colocou uma calcinha fio dental amarela. Quando virou-se para o espelho pude ver o contorno certinho da calcinha sob o vestido mostrando claramente que ela estava usando um fio dental amarelinho. Ela se olhou no espelho e disse que iria colocar uma calcinha branca pois ficaria menos ousado. Falei pra ela que estava bem, e que por ser noite não daria pra notar…. Ela então colocou um sapato de salto e saímos. Andamos em algumas avenidas e ela me pediu que queria comer um sanduiche. Paramos então em um lanche onde havia muita gente. Achei uma mesa e pedi pra ela ir pegar o cardápio dos lanhes. Reparei que o seu vestido realmente estava muito colado, e a calcinha estava à amostra. Quando ela passou por uma mesa alguns rapazes olharam e a encararam. Ela retornou, pedimos os lanches. Tudo certo. Lanchamos. Ficamos conversando um bom tempo, mas notei que tinha um cara que estava comendo minha esposa com os olhos. ...


Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]