Escrava sexual de meu primo irritante.

Loading

As férias com Marquinho sempre foram marcantes na minha vida. Ninguém da família imaginava o que acontecia entre a gente. Éramos chamados de cão e gato. Bastava um olhar pro outro que saia faíscas. Mas o que ninguém sabia que essas faíscas eram de tesão...

O problema que o moleque já tinha dezessete anos e continuava o mesmo cão chupando manga de infância! Além de implicante até debaixo d’água, ele também era fofoqueiro. Eu morria de medo dele contar pra minha mãe que eu tinha um lance escondido com o amigo do meu pai, um coroa casado de quarenta anos que me tirou a virgindade.

Naquelas férias de janeiro, teve um final de semana, fiquei muito puta com Marquinho. Ele tanto fez, que minha mãe não me deixou ir à domingueira com minhas amigas no clubinho. Amo dançar e sei que danço bem. Sou uma mola molinha. Meu corpo parece não ter ossos de tão flexível. Rebolar até o chão é comigo mesmo. Sei sensualizar mexendo meu corpo no ritmo das batidas da música. Podem até dizer que sou marrenta, mas sempre fui boa mesmo. E aquele dia pra mim foi o pior, como chorei! Queria tano ir! Por causa do ciuminho idiota do meu primo, eu não fui.

Ele me irritava ao extremo quando me chamava de bicuda. Imagina como meu primo ficava doido com uma ninfetinha gostosa chupando dedo na frente dele! Aquilo era um atentado ao pudor! Ele assistia filme ao meu lado e eu com o polegar atolado na boca, chupando o dedo com vontade. Uma provocação. Pow! O peste surtava mesmo!

Caraca maluco! Eu ficava pra morrer com ele me zuando! O praga ruim ficava me dizendo que eu não sabia beijar, quando na verdade, ele estava me provocando para que eu o beijasse e provasse pra ele que sabia beijar. Ele estava doido pra provar o gosto da minha boca carnuda.

O magrelo espinhudo fazia tudo pra me chamar a atenção. Morria de ciúmes do cara que eu pegava escondido e ficava insinuando que iria me dedurar. Eu adorava dormir no sofá depois do almoço e quando o sacana me via dormindo, ia lá me cutucar e falar alto no meu ouvido. Marquinho me acordava sem dó. Aquilo era

foda tá! No fundo, eu sabia que aquele moleque punheteiro era tarado em mim. Contudo, eu não podia deixar barato tanta provocação. Então, pra me vingar das raivas que o safado me fazia, apelei mesmo.

A casa onde eu morava ficava numa ladeira e acima do nível da rua. Lá, tinha um lance de escadas que ia da calçada até à varanda na entrada da casa. De um lado da escada ficava a garagem do outro um jardim com uma goiabeira no meio. Seus grandes galhos cobriam a escada. Na época, a árvore estava apinhada de goiabas maduras e eu adorava trepar na goiabeira e colher as frutas.

E eu, em minha infinita ingenuidade, quando o vi subindo as escadas tive uma ideia dos diabos: Mais rápido que pude, desci da árvore e fui ao meu quarto. Troquei o short pela mini saia e subi na goiabeira. Lá de cima o chamei, gritando pelo seu nome. Quando ele chegou, pedi a ele que pegasse as goiabas que eu ia arrancando do pé. O bobo olhava pra cima para ver quando eu ia lhe jogar uma goiaba e tinha a visão do paraíso... Eu lá no alto, de pernas abertas e calcinha enfiada no rabo, mostrando minha bunda lisinha, redondinha e xoxota coberta pela pequena calcinha.

Eu fui terrível e sabia como deixá-lo enlouquecido. Só que nesse dia quem se fodeu grandão foi eu. Meu pai chegou bem na hora e me viu toda arreganhada em cima da árvore. Imediatamente mandou que eu descesse da goiabeira. Depois me esculachou pra caralho! Aquilo foi o suficiente pra meu malvado preferido me zuar uma década. É lógico que eu não desisti dos meus planos de provocação neh! Antes de ficar com pena do meu objeto de vingança eu ainda aprontei outras tantas.

À noite, ficávamos sozinhos na sala jogando vídeo game. Eu não tinha nenhuma postura. Vestida de baby-doll bem cavado, eu sentava com os pés apoiados em cima do sofá e usava meus joelhos para apoiar a manete. Essa posição, joelhos pra cima e pés separados, deixava minha xoxota estufada, completamente exposta. Meu primo irritante, era obrigado a conviver com uma potranca gostosa de pernocas grossas e peitinhos empinados, fazendo tudo pra provocá-lo de todas ...


Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]