gravida de 4 peoes negros

Loading

sou nicoly,uma morena de 1,68 alt,58 k,sou peituda,coxuda e tenho um mega rabo,que eu mostro com minhas roupinhas de putinha.so uso shortinhos,sainhas,decotes e calcinhas minusculas,que mal tampam o buracao da minha buceta arrombada e deixam o buracao do meu cuzao todo exposto.sou bem vadia. eu ainda era bem novinha e ja tinha dado pra todo mundo no condominio,pra metade do colegio,ate meus pais descobrirem tudo,o que fez eles tomarem uma decisao drastica.me mandaram pro sitio do meu avo,que fica a uns 150 km da minha cidade e la,realmente,nao tinha vizinhos,era tudo distante.meus pais fizeram uma verdadeira moralizaçao no meu vestuario;jogaram as minhas roupinhas fora e me deram roupas de mulher comportada;vestidos longos,calças bem discretas,calcinhas que pareciam calçolas,queriam apagar o meu passado de vadia da cidade grande.viajei pro sitio e durante a viagem eu pensei que ia morrer por dentro,sem homem,sem pica dura me enchendo de porra,ate eu chegar no meu destino.tomei um lotaçao da cidadezinha e desci numa estrada secundaria e caminhei mais 3 km mas antes de chegar no sitio do meu avo,tinha um outro sitio,o qual eu vi um negro lindo,maravilhoso sem camisa,todo suado,o que fez eu gozar na hora,encharcando a minha calcinha.ele ficou me observando passar e continuei caminhando ate o sitio do meu avo.cheguei la e conversei um pouco com o velho,fui pro meu quarto e ao desmanchar a minha mochila,encontrei num bolso escondido,3 shortinhos minusculos,2 microsaias,uma calcinhas fio dentau e um sutian meia taça,pois eu ja tava peituda,uma blusinha decotada e um batom vermelho.escondi aquilo tudo e mal dormi naquela noite,pensando em vestir uma daquelas roupinhas e provocar aquele negro delicioso,so pra ver meter aquela pica preta em mim.me masturbei ate me acabar naquela noite e dormi um sono dos anjos.no dia seguinte,meu avo me mandou pra cidade buscar uns remedios e na minha bolsinha,levei umas roupinhas e no meio do caminho me troquei.pús um shortinho rosa,um top rosinha e uma calcinha fio dentau vermelha,que apertava a minha racha com força,me fazendo ficar molhadinha.no eu passar pelo sitio tive uma surpresa;tinha mais 3 negros,todos sarados e gostosos.nessa hora,ensopei de vez a minha calcinha de puta,o que dava pra ver no shortinho a minha exitaçao.cumprimentei os 4 e fui pro centro da cidade,comprar os remedios do meu avo e mais algumas coisas.na volta,passei pelo sitio e la estavam os 4,roçando o mato,o que me fez subir um calorao e molhar a calcinha mais uma vez.cumprimentei eles novamente e puxei papo com eles,que

se chamavam,carlos,adriano,anderson e marcelo.eles me contaram que trabalhavam pra uma familia tradicional e coisas assim e que hoje teria uma festa no sitio deles e me convidaram pra tomar alguma coisa,conversar,se divertir.isso soou como um alarme pro meu tesao o que fez eu gozar tanto que ate o meu shortinho tava encharcado na frente.e nisso percebi que eles nao tiravam o olho de mim e o volume que tinha se formado nas calças deles.decidi sair dali,senao eu ia acabar dando pra eles ali mesmo e eu tinha horario de chegar em casa.meu avo,ja tava preocupado,pq eu demorei e fui arrumar o almoço,descansei um pouco e fui tomar um banho,depilei os poucos pelos que tinha na buceta,deixando ela lisinha,fiz sobrancelha e ao cair a noite,eu ainda nao tinha um plano armado pra escapar do meu avo,pois ele eh mais gigido que meu pai.quando ele me pediu o remedio,era um calmante,pus uma dose reforçada e o velho capotou 1 hora depois,o que me deixou mais animada.tomei um banho,vesti uma calcinha que mal tampava a xana,ela ficava toda enterrada nos labios vaginais e o fiozinho quase cortava o meu cu o que me exita ainda mais,uma sainha branca que deixava as poupas do meu rabao de fora,um sutian meia taça,uma blusinha e la fui eu pra festa.no meio do caminho,carlos me encontrou e me falou que era pra eu entrar pelos fundos do sitio,porque nem eles estavam participando da festa.patroes arrogantes os deles.bom,entrei pelos fundos e la estavam,marcelo,adriano e andersom me esperando com uma garrafa de vinho com uma musica baixa e ali conversamos,rimos ate o marcelo ter a ideia de dançarmos musica lenta,o que me exitou ainda mais.dancei com um a um,ate eu sentir 4 maos passarem pelo meu corpo.eu,vadia que sou dei uma gemidinha,o que foi o sinal verde pra eles tirarem a blusinha,a sainha,me deixando so de calcinha e sutian.quando eles me viram com aquela calcinha de vadia,andersom logo tascou a lingua na minha xana,fazendo eu gozar gostoso na boca dele,enquanto o marcelo colocou na minha boca,uma tora preta de 22 cm,o adriano uma de 23 e o carlos uma de 24×8.nossa,pensei na loucura q estava fazendo,mais o tesao falava mais alto e meti logo a boca naquelas toras.eu chupava um,punhetava dois e tinha uma lingua na minha buceta,ate o andersom sentar,me pegar pela cintura e colocar na portinha da minha xana,que implorava por aquela pica negra.eu de tao alucinada com o tesao,sentei de uma ...


Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]