Julia: A NOVA ESCRAVA – PARTE I –

Loading

Julia: A NOVA ESCRAVA – PARTE I –

– DOM GRISALHO –
Este conto é um relato ainda não realizado, mas que breve o tornarei real. Esta estória está sob a ótica de minha nova CADELA, que breve darei a merecida COLEIRA ainda de forma virtual e espero que logo depois seja dada de forma real, fisicamente em sessão apropriada. Fiz neste conto as correções gramaticais e as concordâncias necessárias, mas mantive o teor que a julia passou-me.

Vamos lá, sou nova em idade, mas com a mente desenvolvida e bem aberta ao PRAZER, relatarei a vocês a primeira das vezes que estive com aquele que me favoreceu a ser uma ESCRAVA/CADELA em toda plenitude, o MESTRE DOM GRISALHO, homem com grande cultura, e que eu nunca conhecera algum parecido em conhecimento de SADO/BDSM, Ele não é novo, tem 65 anos, mas com uma vasta experiência de vida, ritualista na nobre filosofia que professamos. Aqui e antes de contar como aconteceu a minha iniciação, gostaria de falar um pouco sobre mim, não posso dar muitos detalhes pra não evidenciar a minha identidade, então vou usar o nome fictício de julia, moro em uma pequena cidade de Minas Gerais com menos de 40.000 habitantes, eu gosto e dou preferencia por homens mais velhos que são experientes e sabem dar PRAZER à mulheres, detesto os novinhos que não sabem como devem tratar uma mulher. Eu tenho apenas 26 aninhos, mas mentalmente bem mais vivida, fisicamente a pele é branquinha, tenho 1,70 de altura e 74 kg, tenho um corpo e rosto bonitos como meu SENHOR gosta de afirmar, com seios pequenos e bumbum avantajado, tenho cabelos pretos e olhos castanhos escuros, cabelos altura dos ombros, geralmente me depilo completamente, deixando a bucetinha e a bundinha sem nem um pelinho, aliás, como meu DONO exige e adora.

Desde mais nova, no inicio da minha vida sexual, sempre me excitei muito com a condição de submissa embora não conseguisse discernir o que eram minhas reações de prazer que quando eu recebia uma ordem qualquer, tive algumas experiências com poucos namorados, apenas um que conheci, maravilhoso, até hoje sinto saudades imensas dele, ele era bem safadinho e soube se aproveitar um pouco mais desse meu lado. Eu adorei quando me relacionei com ele, pois era alguém que me dominou e pela primeira vez descobri algumas delicias como apanhar na bundinha, na cara, como eu gosto disso. Esse meu namorado tinha idade de quase 50 anos, chegamos a ficar noivos, mas por essas coisas da vida não continuamos juntos, com Ele comecei a evoluir minha vida sexual, passando a levar tapas na cara e na bunda, e quando isso acontecia eu ficava louquinha e ainda mais quando ele me pegava de quatro, puxava o meus cabelos

com força e batia com bastante força no meu rabo, eu alucinava de tesão, descobri que essa era minha posição favorita porque meu noivo tinha domínio total sobre mim, e ainda experimentei o sexo anal, engoli esperma e adorava me submeter a isso apesar de não gostar exatamente de anal e esperma, dificilmente fazia, e geralmente só fazia quando esse delicioso homem me obrigava, ele sabia ordenar, me dominar e exigir aquilo, então eu não resistia, fui passando a adorar me submeter a coisas desse tipo por ordens desse meu ex-noivo, mas infelizmente ele se afastou de minha vida. Pena que era tão difícil achar pessoas como ou mais que ele, com o tempo fui percebendo que era pouco o que eu conhecia, procurei me informar e fui vendo mais coisas na internet e cada vez mais crescendo ainda mais dentro de mim a vontade de ser de outro alguém mais firme em me usar, quero servir essa pessoa, e me submeter as suas vontades, por mais humilhantes e difíceis que fossem. Conheci um pouco sobre BDSM e apesar de não me identificar totalmente com as praticas, vi que era tudo o que eu sempre quis ser. Achei alguns artigos sobre ESCRAVAS no BDSM, e compreendi inteiramente que era uma vida daquelas o que eu precisava.

Conheci pela internet vários casos em que meninas eram tratadas como objetos pelos DONOS, usadas, abusadas, subjugadas, humilhadas e maltratadas, algumas tratadas como animais, e ainda não sabia por que fui me interessando ainda mais por ser uma delas, a cada momento vinha em minha mente ser uma CADELA e com uma vontade absurdamente louca de estar a viver uma relação como essa. Comecei a buscar algum SENHOR que me desse essa vida de prazeres. O ideal seria conhecer essa pessoa na vida real, no dia a dia, mas percebi que seria praticamente impossível, pois onde moro ninguém te a mínima ideia do que é SADO/BDSM, o máximo é algumas meninas terem assistido ao filme 50 TONS e por pura curiosidade quererem ser submissas, eu ao contrário sabia que por minha natureza era uma SUBMISSA apenas a espera de encontrar meu MESTRE, queria ser PUTA de um verdadeiro DOMINADOR. Comecei a pesquisar, a ler contos e relatos e em alguns meses e vim a descobrir que ainda assim seria difícil do que eu pensava em encontrar a pessoa certa, a maioria só queria ficar brincando na internet e nunca tinham feito nada de verdade, queriam que eu me exibisse nua na internet e os que tentavam algo real, simplesmente procuravam sexo fácil, não mostravam que sabiam o que fazer, apesar de tudo o que eu dizia sobre mim, pareciam não entender o que eu procurava. Eu ainda tinha que tentar ser o mais discreta possível, pois apesar desses sentimentos, ninguém da minha ...


Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]