Meu genro me comeu

Loading

Meu genro me comeu

792
0 (0)
angel30
Gays

Essa eu não deveria nem contar, porque é de uma promiscuidade absoluta, verdadeira falta de controlo emocional e respeito para consigo mesmo. Vale apenas pela surpreendente oportunidade de prazer que surgiu e assim justifica aproveitar de qualquer forma. Mas deixando esse moralismo fajuto de lado, vamos escrever o que aconteceu.

Minha idade já está na faixa do maduro experiente, com alguns episódios singulares de práticas ousadas até. Esta entra na lista das inesperadas e inéditas. Aconteceu durante os festejos de São João em junho, que no nordeste são de intensa participação das comunidades interioranas, e bastante animação, e tradicionalmente liberado o uso e abuso de bebidas em forma de licores caseiros, com doces e comidas típicas. Muita música alegre de pequenos grupos de sanfoneiros e cantores no mais autêntico forró. E todo mundo bebe e fica bêbado, sem que haja qualquer condenação por isso.

E assim juntamos a família para esses festejos, e a casa ficou cheia, dentre esses minha filha e seu marido, e assim, no dia 23 de junho que é a véspera da festa, logo cedo foi chegando o pessoal e antes mesmo do meio dia nós já estávamos em plena folia, com o som bem alto tocando músicas do chamado paredão, com suas letras de duplo sentido ou pornográficas. E cada um ia chegando, jogando suas mochilas num canto e entrando na festa. Nesse clima de crescente entusiasmo e animação as pessoas cada vez mais descontraídas, mulheres, crianças, vizinhos, amigos, conhecidos, todo mundo se servindo na mesa farta de comidas, com muito amendoim cozido, canjica, bolos e mais e mais licor…

O ponto alto é a farra para armar a fogueira em frente da casa, e ser acesa no início da noite, numa das características principais dos festejos. Fogos de artifícios bastante para as crianças, e cantos, dança e alegria. É costume também as famílias saírem de porta em porta, de casa em casa, para beber e comer doces numa perfeita confraternização, e assim foram saindo, saindo, saindo e de repente ficamos apenas eu e meu genro, já bem chumbado de cachaça, eu com

a voz rouca de tanto cantar as músicas, a falar alto, conversar bastante, e assim, como não tinha mais ninguém, começamos a dançar forró eu e ele, enquanto esperava o retorno do pessoal, e mais licor e mais cerveja, e a gente dançando como se fosse um casal… No ritmo do forró o arrocha, essa dança erótica da moda, e a gente agarrado dançando completamente bêbados, ele me puxa pra ele e mete sua pernona no meio da minha, como se eu fosse sua parceira de dança, o sacana me aperta e eu acompanho dançando, e acho que ele não tinha maldade, era uma coisa inocente, mas sei que a dança tava boa, e sem controle, e nada de chegar o pessoal que saiu, e larguei para dar uma mijada, ele ficou lá dançando sozinho, quando voltei fui encher meu copo e o filho da puta me encouchou por detrás, metendo a perna dele por dentro de minhas pernas, encostando em minha bunda. Eu sou velho mas estou em forma, e passei a rebolar com ele bem colado em mim, descontração e sem maldade, ele me agarrando pela cintura segurando em meu braço, eu parecendo uma puta dançando com o macho gostoso de minha filha. A posição estava deliciosa, eu adorando, até que a música parou e ele continuou me agarrando, e eu não liguei. Não sentia o pau dele duro, mas sentia o volume encostado bem no meio da minha bunda… Acho que despertou minha próstata até então adormecida, porque senti um tesão da porra, a maldade subiu pra minha cabeça e comecei a lembrar das experiencias que tive, quase sempre ficando passivo, ainda estava nas nuvens da bebedeira, mas sentia meu cú piscando. A música voltou a tocar e voltamos a ficar de frente, e me puxa forte. Ele é bem mais do que eu que sou do tipo baixinho, e lá vamos nós dançando. Ele diz: – Seu Jorge, você dança melhor do que Claudinha (minha filha, mulher dele) e me dá uma pegada num passo agarradinho, mas nessa hora senti o volume do pau dele maior, crescendo… E lá vai a ...


Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]