Meu padrinho comeu meu cuzinho virgem

Loading

Depois que meu padrinho abusou de mim, como eu relatei no conto anterior, acabamos dormindo na mesma cama. Estávamos exaustos.
De madrugada, fui acordada com meu padrinho tirando meu short do baby doll. Eu sabia que ele queria meu cuzinho agora.

- Padrinho, por favor, não faça isso!

- Eu te disse que eu iria comer esse cuzinho gostoso.

- Por favor, não! Vai doer, eu nunca deixei ninguém comer meu cuzinho.

- Hummmmm.... Então quer dizer que vou comer um cuzinho virgem. Delicia. Pode deixar que vou comer bem devagar. Você vai gostar querida.

Eu segurava meu short para ele não tirar, mas ele era muito mais forte. Ele colocou minhas mãos para cima e segurou com uma mão. Levantou minha blusa e começou a chupar meus seios. Passava a língua nos biquinhos, rodeava a aureola, enquanto chupava um ele apertava o outro. Mordiscava. Os biquinhos de meus seios já estavam durinhos. Ele sabia que eu estava gostando.

- Agora vou chupar sua bucetinha para você gozar em minha boca.

Eu esperava que ele acabasse esquecendo-se do meu cuzinho, pois estava com muito medo daquela rola grossa entrando e saindo do meu virgem buraquinho.
Ele tirou meu baby doll e meteu a língua com vontade em minha buceta. Sentia a língua dele me molhar todinha. Ele segurava minhas pernas de modo com que minha buceta ficasse bem abertinha. Nesse momento, eu já estava louca de tesão novamente, então o segurei pelos cabelos e soquei a cara dele na minha buceta. Eu sentia a língua dele entrar e

sair de dentro dela, ele dedilhava me clitóris.

- Hummm... que gostoso. Chupa vai.

- Tá gostando safada?

- Chupa mais vai. Quero gozar!

Ele continuou chupando meu clitóris e enfiou dois dedos em minha buceta, fazia movimentos de vai e vem perfeito. Eu apertava a cabeça dele contra minha bucetinha para não deixar ele parar de chupar.
Ele começou a alternar as lambidas, hora nela hora no meu cuzinho, isso me deixou louca de prazer, nunca havia experimentado algo tão gostoso. Então ele colocou o dedo em meu cuzinho e continuou chupando minha buceta, ele forçava para enfiar o dedo e quando conseguiu começou a enfiar e tirar. Eu sabia que ele estava fazendo aquilo para eu ir acostumando com o que estava por vir, mas naquele momento eu só queria gozar.

- Delicia de cuzinho.

- Chupa padrinho, vou gozar.

- Delicia, goza na boca do seu macho.

- Ai que delicia padrinho.... Vou gozaaaaarrrrr.... ai.... gostoso....hummm.... mete a língua na minha bucetinha, ele prontamente atendeu e eu gozei na sua língua bem gostoso.

Gozei muito nessa hora, meu corpo todo estremeceu.
Então ele me virou de lado e colocou o pau em meu cuzinho.

- Não padrinho, no meu cuzinho não, enfia nela, ele vai doer.

- Cala a boca que você vai gostar, vou comer esse cuzinho hoje e depois você vai querer sempre.

Ele pegou um gel na gaveta ao lado e passou em seu pau, colocou novamente em meu cuzinho e começou a fazer força para entrar. Mas nada dele conseguir. Ele já ...


Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]