Minha Amiga e Seus Cães

Loading

Ola, estou aqui novamente para contar mas um relato enviado a mim por uma amiga quea adora seus caes, e faz de tudo com eles. Segundo ela, tudo comecou quando ela ganhou um pastor alemao de seus pais, pois por ser filha unica, nao tinha com quem brincar, pois seus pais viviam preo- cupados com a seguranca da familia e nao a deixava sair muito de casa. Ela adorou o cao que era pequeno quando ela ganhou o mesmo. Ela tinha 15 anos quando ganhou o cao e lhe deu o nome de Tod. Tod cresceu e hoje ele esta com 5 anos e ela ja esta com seu 19 anos e brica muito com ele e com mais um outro pastor que ela alegando a seu pai que o Tod estava se sentindo muito so, ganhou a uns 2 anos atras. Vamos ao que interressa, o nome que ela me deu foi Karin, nao sei se é este o nome dela mas vamos respeitar. Ela me conta que quando Tod fez 3 anos ela comecou a notar que ele estava fincando muito iquieto e ela nao sabia o que fazer para acalma-lo. dava comida, brincava com ele no quintal e corria muito com ele mas ele contonuava iquieto, ela comecou a notar que ele subia em suas pernas e fazia movimento de vai e vem, ela ainda virgem e sem saber muito de sexo, devido a sua criacao, nao entedia o que se pas- sava com o Ted, ate que um dia ela estava sozinha em casa com ele, brincado no quintal da casa, e o cao comecou a fazer os movimentos de vai vem na sua perna, ela sem saber o que fazer, mandou ele ficar quieto, ele obedeceu e ficou sentado a sua frente, foi ai que ela notou a ponta do pau do cao

de fora de seu casulo, e ficou curiosa com aquilo, chegou mais perto e comecou a acariciar o cao, passou a mao na cabeca dele e foi descendo pelo seu corpo ate chegar a seu pau passou a mao por sobre o casulo e o cao comecou a se movimentar novamente, ela se assustou e tirou a mao, mas depois voltou a tocar o cao e nao se assutou quando ele voltou a se movimentar novamente, segurou o pau do cao e ficou batendo uma punheta para ele, ficou sentindo aquele pau entre suas maos, e ele foi crescendo e ela segurando o pau ate que o cao jorrou em sua mao ela se limpou e ficou curiosa para saber o gosto daquilo e passou a lingua nos dedos e achou um gosto meu amargo mas continuou a lamber os dedos, depois disso o cao se acalmou e lea foi se lavar, mas ainda sem sa- ber por que sua calcinha estava molhada, passou a mao e notou que sua buceta estava toda ensopada e comecou a se masturbar ali mesmo no quintal, ate que chegou num orgasmo longo, o primeiro de sua vida, achou aquilo uma maravilha e ficou ali mesmo sentada, estasiada e contente com todas aquelas novidades, sem pensar muito depois de um tempinho, ela voltou a pastor e comecou novamente a tocar seu pau, ate que ele saiu todo para fora, ela ficou um tempo com ele na mao e depois chegou seu rosto para perto e colocou a ponta na sua boca, sentiu o mesmo gosto dos seus dedos e depois ao abocanhou com cuidado para nao machucar o seu amigo, ficou chhupando com se fosse o pirulito por um bom tempo ate que o cao comecou a gozar em sua boca, ela passou a mao por sua buceta que estava totalmente ...


Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]