Muito novinha, fui abusada

Loading

,, há um ano eu e Léo transavamos, muito jovem só nos víamos escondidos e sempre sexta à noite.... Sem compromisso sério, sabendo que ele tinha outra eu me mantive pegando os garotos, a diferença agora era que os amassos eram mais safados e três sortudos ganharam oral... Léo dizia que era perfeito, então eu usava p impressionar.. mas só....
Tivemos uma discussão e terminamos (durou um dia) Lia uma amiga da sala me consolando, convidou para irmos à uma festa com sua prima e o namorado...
00:30 escapuli de casa como de costume e fomos festar. Era uma espécie de Have, com som ruim, num sítio...
Cheguei atraindo olhares, deles desejosos e delas ivejosas. Estava de vestidinho azul escuro larguinho mas bem curtinho, botinhas pretas, rabo de cavalo, sombra forte nos olhos e uma coleira... Uma ninfeta linda, não a mais fashion mas a mais gostosa, ora enterrada na minha bunda grande a micro calcinha ficava bem marcada sob o leve tecido do vestido pousado nas minhas curvas.. coxas grossas à mostra e peitos do tamanho de peras....
Só tinha cuba e logo bateu a brisa,,, os garotos vinham dançar e eu permitia umas encoxadinhas, uma mão na cintura e até a passada de mão de um afobadinho que fingi não gostar, e logo voltei a dançar por aí ignorando a todos...
Meu prazer real ali era ser desejada e ivejada por todas aquelas pessoas ainda mais sendo a mais jovem..Quanto mais eu sensualizava maiores eram as respostas....
Tanto que o cobiçado Pulga, um rapaz bem fortinho, já mais velho (talvez uns 19 rsrsrs) não tirava os olhos de mim... Não chegava, apenas ficava parado ali me olhando com cara de "sou fodao", de boné e camiseta colada em V, eu o achei um ridículo arrogante.
Mandou um cara vir pedir p ficar comigo, vê se pode, ignorei p completo....
Eis que ele veio, causou certo alvoroço nas outras meninas e disso eu gostei,,, o bombadinhho, começou a fazer algo parecido com uma dança, meio durão mexendo só a pélvis, serpenteando o abdômen com cara de tarado e eu olhava p Lia e ria, o cara absorto em sua arrogância não percebia que estava me divertindo e não me excitando..... Me virei dançando para sair daquela situação cômica e ele me segura pela cintura, puxa e encaixa, sinto um volume muito duro na minha bunda e volto a olhar para Lia rindo sem acreditar naquilo.... E o poeta vem aos meus ouvidos sussurrando " vc é linda vamu fica?" Quando tentei sair ele me virou com facilidade e enfiou a língua na minha boca....
E nossa, já ouviu falar que a prática leva à perfeição? Aquele cara deve já ter pego tanta menininha que desenvolveu aquela pegada... Que beijo que força... Devolvi o beijo, ainda não sabia o que era ficar no meio de tanto músculo, segurar seus braços, seu ombro e barriga era delicioso e até a língua era forte, me entreguei,... Mas ele se empolgou apertando minha bunda e revelou a polpa dela p todos,.. me recompus mas antes que eu pudesse pensar no que falar ele me puxou pela mão
- "vem comigo"
Sob os olhos de todos nos dirigimos para longe da festa, fomos a um tipo de edícula muito velha e acabada.... Com poucos móveis também velhos

e sujos e uma única lâmpada fraca p iluminar o ambiente...
Ele me sentou numa mesa e se encaixou entre minhas pernas, me beijou forte e ainda mais gostoso, roçava o pau em mim. e pela calça jeans mesmo eu o sentia grande e duro... Estimulando minha bucetinha... O vestido havia subido e ele passeava as mãos pelas pernas e bunda,,, sentiu a calcinha e disse "nossa que pequena,,,veio pronta pra dar né safada"
Respondi que não ia dar e ele me afogou noutro beijo... abaixando um lado de cima do vestido ele descobriu um seio e começou a mamar, forte, lambia e com a língua empurrava o bico do seio.... Nesse momento percebi uma janela totalmente aberta bem na minha frente e apesar da escuridão lá fora vi uma movimentação, acho que dois ou três rostos que se recolheram quando eu os vi.... E entendi porque ele havia escolhido aquele lugar desconfortável, fiquei nervosa, ele tirou a camiseta e me maravilhei com aquele peitoral e abdômen, ele se ajoelhou e começou a me chupar, sabendo dos garotos lá fora tentei protestar mas aquela língua áspera e grossa me invadiu derrepente e tive que abafar o gemido, vi os garotos de novo e eles viram que eu vi, um deles nem tentava mais se esconder e excitada e muito exibicionista decidi dar um showzinho,,,, desci da mesa e o encostei nela,,, com a bunda virada p janela tirei o vestido arrebitando todo o corpo revelando uma calcinha fio dental preta com strass prata na frente, sorrindo para pulga arrumei o rabo de cavalo, virei para lhe exibir a bunda e olhando para um dos garotos na janela tirei devagar o soutien, olhei pra traz provocando o fortinho.... ainda de botinha e coleira, fui lamber seu peito.... procurei abrir a calça dele, desci o zíper e revelei o pau.... E não contive a surpresa, era maior do que qualquer um dos q conheci, monstruoso no tamanho e na grossura, não pude medir mas não conseguia encostar os dedos no polegar para punheta-lo, ele orgulhoso agarrou meu cabelo e me beijou pincelando o pau em mim.....
Arrepiada, queria chupa-lo p conhecer aquilo melhor e p exibir meu corpo p seus amigos lá fora...
Lambi seu corpo todo até o pau, me ajoelhando com a bunda arrebitada, a calcinha enfiada.... Sabia q alguém estava curtindo a cena
O pau era impossível de chupar, eu lambia e punhetava com as duas mãos , quando trazia a lambida do saco até a cabeça, a língua secava,,,,por cinco minutos fiquei assim joelhos, pulso e língua doendo e ele não dava sinal de gozar....
-" gente vc não vai gozar?
E ele responde:
-"sim em vc de quatro
E ele me pega e devolve à mesa para me chupar, ahh aquela língua forte e áspera era ainda mais hábil na buceta... Tentou tirar a calcinha mas não deixei, estava muito bom mas eu não ia dar p ele....Me virou de costas, assustada achando que ele ia meter, tentei sair mas sem força o suficiente ele conseguiu me deitar com o torso na mesa, e com o rabo pra cima ele me rasga a calcinha, protestei e ele voltou a me forçar contra a mesa. Achei que seria forçada, mas ele enfiou a cara na minha bunda,,, aliviada relaxei e ...


Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]