Na casa do namorado

Loading

Eu tinha acabado de voltar de viagem e como não tinha ninguem na minha casa eu combinei que ficaria umas duas semanas na casa do meu namorado. Quando cheguei la, minha sogra também não estava, ela estava fora, viajando com o meu sogro para ver alguns parentes e voltaria alguns dias depois da minha partida, então estava tudo okay.

Meu namorado parou na garagem e entramos, na sala estava o irmão de 17 anos dele, que por sinal era um gato muito gostoso, a irmã dele de 16 anos e uma amiga da irmã, que logo foi embora (meu namorado tem 19 anos).

Mais tarde naquela noite ele precisou sair para fazer alguma coisa na casa da avó dele, mas como ficou tarde ele precisou dormir la, e eu fiquei sozinha com o irmão dele, afinal a irmã aproveitou a ausência do irmão mais velho para “ir dormir na casa da amiga”.

-Quer assistir o que? – Jack, meu cunhado, perguntou enquanto procurávamos alguma coisa na Netflix.

-Ah, sei la – eu disse me sentando do seu lado no sofá, ja de pijama. -Escolhe ai.

-Ok. Vamos assistir um filme LGBT então. – ele disse ja colocando o primeiro filme desse tipo que apareceu.

-Não! – eu gritei enquanto pulava para tentar pegar o controle da mão dele.

Sem perceber acabei sentada no colo dele, na verdade só percebi isso quando ele parou de tentar fugir de mim e ficou parado me olhando.

– D-desculpa. – disse saindo de seu colo.

– Tudo bem. – ele me

respondeu dando um sorriso simpático

Assistimos o filme, até que não era ruim. Assim que acabou disse para ele que iria dormir e fui para o quarto, entrei e deitei tentando nao pensar no que tinha acontecido, logo peguei no sono. Acordei alguns minutos depois com sons de gemidos vindos da sala e logo pensei que aquele garoto estivesse vendo algum filme pornográfico, ja havia saido do quarto para brigar com ele, quando me deparei com uma cena da qual não tinha imaginado. Ele estava sentado no sofá, com a TV desligada, as calças até os tonozelos e com a mão no seu pau, que não era nenhum pouco pequeno. Os gemidos não vinham de algum filme, vinham dele. Enquanto olhava aquela cena pensei que sentiria algum tipo de coisa, como graça, mas o que senti não foi nada igual a uma terrível vontade de rir, senti minha pernas moles e minha buceta ficando molhada. Continuei olhando aquela cena, mas agora com a mão dentro do meu pequeno shorts fazendo movimentos circulares,acho que em algum momento deixei um gemido alto de mais escapar, por que ele virou e me viu. Senti meu rosto virar na hora, tirei minha mão de dentro do shorts e disse:

– Desculpa. Eu ja estava voltando pra cama. – e sai correndo pro quarto, tão envergonhada que nem me lembrei de fechar a porta.

Deitada em silêncio pude ouvir quando ele se levantou do sofá e apagou a luz, eu achei que ele estava indo para o seu quarto, mas quando a luz do corredor se apagou também, deixando tudo escuro tive certeza que não. Continuei deitada, o mais ...


Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]