Nossa Visita ao borracheiro

Loading

Ao visitarmos o borracheiro que salvou minha esposa, aconteceu o inesperado, mas o que já algum tempo tinha muita vontade. A intenção era de fazer o pagamento pra ele, pois aquele dia que salvou minha esposa ela não tinha dinheiro, somente cartão e ele não aceitava cartão de crédito. Ao chegarmos ele nos recebeu gentilmente me apertou a mão e pra minha surpresa já te deu um beijo no rosto da minha esposa… Ele estava sem camisa, por isso já percebi que ele era bem fortinho e peito peludo. Depois de alguns minutos conversando pude perceber o olhar dele na minha esposa, pois ela usava um lindo vestidinho com um lindo decote………percebia os olhares dele em seu decote, em suas pernas grossas……..mas percebia em minha esposa também uma mistura de timidez, por estar ali perto de mim, mas ao mesmo tempo sentia que você estava gostando das olhadas do borracheiro, pois sei o quanto ela é vaidosa e que gosta e se sentir desejada e os olhares dele massageava seu ego. Em dado momento ele começou a elogiar minha linda esposinha, comentando sobre seu charme, sobre seu corpo e que eu era um cara de sorte. Ele comentou que casamento as vezes era injusto porque as mulheres nunca mais poderia sentir prazer com outro homem, não sei porque ele começou esse assunto, ele continuo dizendo ainda: se bem que hoje em dia é tão normal maridos terem prazer em imaginar ou ver suas esposas com outros homens…. eu concordei dizendo que isso é cumplicidade. Ele então me perguntou, você deixaria¿ Eu respondi olhando pra minha esposa, sim deixaria se minha esposa topasse. Então ele perguntou, você Patricia toparia sair com outro se eu marido deixasse¿ Ela respondeu que não. Então ele ousadamente chegou perto dela por traz e falou baixinho assim: imagina a sensação de você estar sentindo prazer com outro sem a culpa da traição e sim com consentimento do seu marido…ele foi falando e encostando na minha esposa por traz……..e ela meio sem saber o que fazer, ficou me olhando pra ver minha reação…..eu apenas sorri pra ela….minha linda esposa tentou sair dele, mas ele segurou a sua cintura falando calmamente: calma branquinha, só estamos conversando e como você pode ver, seu marido esta deixando….então ela se acalmou com essas palavras e me ouviu ainda dizer…relaxa paty….. então ela mais calma já podia sentir o pau do borracheiro na sua bundinha linda….minha esposa ainda tentava disfarçar, mas era nítido seu tesão com tudo isso…. Logo

ele foi apertando ela de leve bem junto a ele naquele abraço por traz. Mais uma vez minha esposa …pensou em se afastar, mas viu que eu também estava sentindo tesão , então ficou ali sentindo. A mão dele passou nas suas costas e foi até sua cintura onde inicia um carinho na sua bundinha, percebi que a paty sentiu um tesãozinho, afinal desde casada, nunca tinha ficado nessa situação com um homem diferente do seu marido que sou eu vendo a cena. O borracheiro a provocava apertando seu pau na sua bundinha e me olhava sorrindo, e dizia: olha só marido é isso que to dizendo, sua esposinha sendo abraçada por mim e você curtindo deixando, isso é cumplicidade….. minha esposa de olhos fechados já curtindo…….. . Aquela situação era nova pra ela, afinal era a primeira vez que acontecia uma coisa dessas. minha esposa, casada sentindo um pau diferente apertando ela, sua bundinha. Minha linda esposa meio gaguejando pediu pra ele parar pois viu que aquilo estava ficando perigoso, percebi ela confusa, por um lado seu instinto de esposa fiel dizia uma coisa, por outro lado, havia uma sensação desconhecida, que te excitava, claro, pensando se deveria aproveitar essa oportunidade única de conhecer outro homem já que eu estava permitindo, e mais que isso, estava do seu lado olhando e a protegendo. Eu percebia que a vontade de conhecer outro homem a deixava excitada, mas ainda não se soltava naturalmente. Derrepente ele pega na mão da minha esposa e a leva ate um quartinho ali próximo.

Eu acompanhei os dois atentamente…………minha esposa deu uma olhadinha pra traz e sorriu….eu retribui o sorriso……….sem muitas palavras o borracheiro parou perto da cama que tinha ali, com muita calma abriu o zíper do seu vestido dela…..abaixou a alcinha….e em segundos seu vestido estava no chão……….ele a elogiou muito novamente, falando da sua linda bundinha, que estava escondida por uma calcinha cavadinha…….ele deitou minha esposinha de bruços e tirou sua calça ficando apenas de cueca Box branca……Ele sentou próximo ao seu corpo, massageando suas costas, pernas, coxas, sua bundinha, ele se aproximou dela deitando em cima dela pra sussurar novamente em seu ouvido o quanto ela é uma delicia de mulher, nisso ela pode sentir o pau enorme e duro dele agora só de cueca apertar sua bundinha agora só de calcinha……então a paty instintivamente soltou um gemidinho….. depois de um tempinho o belo borracheiro pediu pra ela se virar de ...


Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]