O CAFUÇU DO SUPERMERCADO (REAL)

Loading

Essa aventura rolou semana passada e fazia algum tempo que não aprontava nada. Pra quem não me conhece, meu nome é Fabiano e este é mais um conto real (como todos os outros). Sou moreno, 1,75m, 70kg, corpo em forma devido há anos de academia, pau de 20cm e uma bunda gulosa com poucos pelos.
Estava em casa de bobeira quando percebi que faltava comprar algumas coisas e resolvi ir ao mercado. Com preguiça vesti uma bermuda de moletom, uma camiseta, calcei os chinelos e fui as compras.
Lá chegando, comecei a procurar o que faltava e me deparei com um carinha arrumando as prateleiras. Era daqueles típicos cafuçus: marombado pelo trabalho braçal, tatuagem estranha, cara de poucos amigos e aquele jeito de machão até dizer chega.

Olhei pra ele por uns instantes, mas sem intenção alguma (juro!!!) fazendo-o perceber.
– Precisa de algo patrão?

– Não, obrigado.

– Tem certeza?

Nem respondi e continuei a passar pelas prateleiras.
Encontrei-o de novo logo em seguida e dessa vez percebi que ele me olhava, mas fingi que comparava preços dos produtos. Dei uma pegada no pau, apertei e olhei pra ele (código universal

pra sondar se o cara curte também), que deu um sorriso e uma piscada. A isca já estava pronta e era só esperar o bote (risos).
Terminei as compras e fui pro carro. Chegando no subsolo enquanto guardava as coisas, senti uma sarrada de leve e novamente o carinha perguntando:
– Tem certeza que não precisa de algo?

– Ah, você de novo? Não, obrigado.

– Posso te ajudar patrão, só dizer o que precisa.

– Eu não preciso de nada.

– E aquela pegada no pau? Eu percebi tu olhando pra mim na maior.

– Pegada no pau? Olhando pra ti? Tá maluco?

– Pow velho, deixa de onda que eu sei que tu curte um lance com outro macho. Essa bermuda marcando esse bundão e o pau te entrega…

– Ahahaha tá doido mesmo…

– Tem um banheiro de funcionários logo ali (apontou e notei que ele estava excitado, enquanto eu lutava pra não ficar de pau duro ali mesmo). Tô te esperando lá.
Ele saiu e fiquei pensando se valia a pena se arriscar e dar ...


Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]