Loading

Ai! como foi marcante a minha primeira gozada, inteiramente solo e secreta!!

i-n-e-s-q-u-e-c-í-v-e-l, te conto...

Só pra lembrar sou uma potranca!!... e me tornei um mulherão assim, de repente mesmo, novinha , já estava no jeito, todas as curvas prontas, mesmo ainda sendo uma moleca.

Era uma menina no início da puberdade, acabado de passar pela menarca... “BL” (boca linda)... um apelido que os meninos me deram na escola, era meu sexapil aflorando e eu ‘causava’ entre os colegas...

Era assanhada, gostava dos papos e brincadeiras com os garotos, amava estar rodeada por eles, era bajulada, adorava um pique esconde, pra me esconder com aquele menino lindo que todas as meninas de minha idade eram encantadas, na espera de meu primeiro beijo ou de algo mais, sei lá, nem sabia exatamente que atitude esperar de um menino, mas a verdade

é que esperava sempre alguma coisa e essa coisa que nunca acontecia.

Nem dando indicações que desejava algo, minhas atitudes estavam para além dos interesses ingênuos dos meninos, não havia um que entendesse os sinais que declarava escancaradamente que estava interessada num toque, num abraço ou um beijo...

Meu propósito naquele momento era mesmo sentir o corpo de um menino colado no meu dando uns beijos e uns agarros...

Mas a aventura que estava prestes a vivenciar era comigo mesma, só eu.

Essa volúpia estava estampada na minha carinha de sapeca e no meu corpo todo, queria ser provocante e gostava de usar saia curta, micro shorts, blusas agarradas no corpo, maquiagens, afinal meu corpo já era como o de uma mulher feita, como coxas grossas, cintura essa, de tão fina, que não havia calça que não precisasse de ajustes, os peitinhos ...


Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]