OLHA SO A SENHORA QUE TRANSA

Loading

Venho contar para vocês uma historia, que aconteceu comigo, apesar da minha idade sou uma internauta de verdade e adoro um chat de bate papo e foi em um destes que encontrei um gatinho fantástico com os seus 20 anos, e começamos a conversar e o papo foi evoluindo e obviamente começamos a falar de sexo, meu passa tempo favorito.

– Adorei quando me disse que o seu fetiches era mulher mais velha pois sempre se masturbou espiando sua mãe e tias nuas, só que sou casada com uma gata mais sou bissexual, mais tem um casamento convencional.

– Mais nós dois adoramos sexo não convencional, e foi isso que mais nos aproximou teclávamos sobre sexo humo bis e transexual, passamos a nos falar no telefone, e o mais excitante era que os assuntos continuaram e falando da casa de minha sogra, com todos na sala, no quarto e Alex no trabalho a sua voz, com o seu jeito doce de falar e com uma pitada de safadeza me levava à loucura.

– Muitas vezes deitada em minha cama e brincando com meu grelinho, e falando com Alex me dizendo que estava com sua pica durinha, no meio do horário do expediente aquilo me excitava muito, e passamos a nos falar todos os dias, no começo uma vez e depois duas vezes, combinávamos de entrar na rede juntos e teclávamos loucuras, ficávamos vendo fotos

sensacionais que separava só para mostrar para Alex fotos minha peladinha e fazendo sexo com meu marido, como sabia que Alex era bis nas conversar imaginava ele na pica do meu marido depois nos dois chupando a pica do meu marido.

– Até que a vontade ficou muito grande e resolvemos nos encontrar fiquei nervosa e excitada com a ideia o conhecia bem, o que ele gostava na cama, o que pretendíamos fazer, resolvi mandar uma foto minha Alex aprovou, mais não o conhecia, pois não havia me mandando nenhuma foto sua, mais mesmo assim fui encontra-lo no escuro, com base na descrição que havia me dado o que me fazia acreditar que Alex seria um gato o que fazia minha imaginação viajar muito.

– Chegou o dia do encontro resolvi que iria trata-lo com a mesma intimidade já conquistada por teclado e telefone, Alex estava no local e hora combinados quando o vi, um onda quente percorreu meu corpo, pois Alex era melhor do que tinha imaginado entrou no carro, e mal me segurei lhe falei oi, Alex me respondeu me parecia um pouco tímido, pois o real é diferente do virtual, mas estava determinada a quebrar o gelo de cara.

– Como somos casados não podíamos nos atracar ali dentro do carro, mas tinha que extravasar o meu tesão, que me atrapalhava até a dirigir, então comecei a brincar com Alex e ...


Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]