Semanal 018:by Amanda/PR

Loading

Oi seus tarados,tudo bem?….aumentaram de peso nessa merda de inverno?…..eu?….deixa pra lá né….odeio inverno…minha gargantinha é frágil….é….comigo as coisas aparentemente estão ficando claras….tipo…eu estou chateada,muito,por fatos recém ocorridos….mas…estou muito animada por belas perspectivas que sugiram….é….animada principalmente pelas belas pessoas que estou me envolvendo…Marcelo…rolou,esta rolando entre nós e esta sendo maravilhoso apesar do inacreditável acaso do destino que descobrimos ontem…talvez nem deveria contar pra vocês por que é capaz de acharem ser invenção minha mas contarei….e a Bruna…ela esta sendo muito bacana comigo,parece notar que eu preciso de carinho…..é….só que estou chateada….magoada….triste….deprimida….doendo por dentro….por causa de…eu e o Rafa….bem…droga….parecia que tudo ficaria bem mas virou tudo e agora to sentindo nós dois afastados e isso ta me machucando…..muito….ele querendo concertar as coisas acabou estragando tudo de vez ao passar por cima dos nossos projetos…..é…..no mais….qual mais?….queria falar só do Rafa….eu não quero que vocês fiquem achando ele uma pessoa ruim por que ele não é mas eu não posso contar certas coisas pra vocês….ele me ama…me amava muito…sei lá…se não fosse ele ano passado me ajudar talvez eu tivesse acabada com tudo….porra,alias ontem fez um ano que tudo aquilo começou,esqueçam,eu seria muito suja se contasse isso pra vocês…..é….eu e meus pais estamos num clima bom…..domingo ferrou um pouco mas com mais uma mentira eu aliveiei tudo….mamãe se lembrou desse um ano ontem e nisso ficamos,voltamos a ficar muito apegadas,ela estava muito carinhosa comigo….bem diferente de um ano atrás….é….meu pai anda bem de alto astral e tem sido bem atencioso comigo mas longe dos meus sonhos….bem….ah!claro,o meigo Vagner reapareceu na minha vida mas se ferrou legal,eu estava protegida….é….buscarei não enrolar muito….é….esse é meu semanal 018…..começa quinta passada,dia 17/06/04,aula normal tento o casalzinho separado,eu e o Rafa sem nos falarmos,mamãe me busca,almoço na boa,a Nanda aparece e juntas,lado a lado no sofá escrevemos meu semanal 017,já leu?porra,inclusive no dia,na hora de ir enviar eu tinha pensado em denominar”by Amanda/PR & Fernanda/PR”mas na hora esqueci e coloquei só o meu nome,acho que foi melhor assim também por que a cadela só falou umas merdas e depois se calou,não contribuiu muito,bem,ficamos por aqui,ela me cobrando pelas merdas que usei,o clima ficou meio chato,papai chegou,a Nanda ficou mais um pouco por aqui e quando foi ir embora me disse já aqui na frente de casa”Mandy,ó,você sabe que eu só digo essas coisas pro teu bem né….detesto saber dessas tuas cagadas,porra guria,é só você querer que você se livra disso….tipo….agora sem o tonto do teu lado é fácil”tonto em questão,Rafa,eu desconversei e ela”qual é?agora que você e o tonto acabaram em fim é só você não procurar mais que se livra”nisso eu revoltei”quem disse que eu e o Rafa acabamos?”ela”ta,sei lá mas….por favor Mandy,para de usar….por favor mesmo,eu…eu tenho medo disso”nisso eu acalmei com a preocupação da Nanda,eu disse”é,eu vou….parar,vou sim mas não me torra sua cadela”demos risada,ela me olhando com muito carinho,nos abraçamos nos despedindo e ela foi pra casa,bem,com papai em casa tudo certo,mamãe chegou,jantamos e eu praticamente só pensando no Rafa,o dia terminou com eu virando de um lado pro outro na cama sentindo muita falta do tonto…………………………….sexta,sentei lá no fundão da sala,o Rafa chegou com a aula já começada e também sentindo minha falta sentou do meu lado mas é claro que eu virei a cara pra ele né,as aulas foram seguindo e na terceira o pia virou pra mim,ficou sorrindo como bobo pra vê se me fazia rir,me soltar mas eu resisti e então o pia começou a fazer gestos querendo dizer algo em respeito de sábado,e nós dois,ficou fazendo com a mão ;;;espera que vai vê”eu nisso soltei um sorriso e virei a cara pro outro lado pra não ficar toda sorridente e ele não conseguiu me passar o recado,sinal do recreio,encontro a Nanda,quarta aula dou de cara com minha carteira toda riscada,focalizo e decifro os rabiscos,o Rafa durante o recreio escreveu assim ali”oi,amanha chega lá em casa pelo meio dia que to armando uma surpresa pra você,na boa,chega mesmo,tchau,beijo”enquanto eu lia o pia entrou na sala e me pegou lendo sua mensagem e fez com as mãos juntadas ;;;por favor;eu chata mandei com o dedo ele tomar no cu e desviei seu olhar mas fiquei curiosa com o que ele armava,deu metade da quarta aula e o pia jogou um bilhetinho pra mim,caiu encima de minha carteira,eu quis muito lelo mas besta como sou o peguei e o rasguei me fazendo de durona,nisso o pia me olhou bem chateado e eu me senti muito mal pela minha atitude,quinta aula o Rafa não querendo desistir aproveitou uma brecha do prof e parou agachado na minha frente e me disse”Amanda,olha aqui…vai lá em casa amanha demanha”eu meio incomodada pela ceninha toda falei pra ele”sai Rafa,sai pia,que ridículo”ele”ta,eu saio mas só se você prometer que vai lá em casa”eu”se manda,sai”ele ficou um tempo quieto mas ficou caçando meu olhar e quando o achou falou”vai,to mandando sua crica….vai,você vai gostar as surpresa”eu senti no seu olhar todo seu carinho por mim e entreguei os pontos,balancei a cabeça positivamente e falei baixinho”ta,eu vou”o pia sorri e depois bateu a testa na carteira e falou”puts,que mico heim”eu sorri e disse”só teu,meu não”falei e ficamos nos olhando nos olhos,ele levantou e sentou no seu lugar,perto do fim da aula ele me fala”quer que eu te leve?”eu tentando segurar o sorriso sem sucesso falei”não,não precisa….mamãe vem me buscar”ele levantou as sobrancelhas;exagero nos detalhes?;e disse brincando”ichi!então melhor eu me esconder por ai”sorri de vez nisso,bem,fim de aula,o pia ficou me olhando arumar as coisas mas eu não dei brecha e sai com umas gurias,mamãe me trás pra casa,almoço normal,eu muito contente pela atitude do Rafa,detarde nada demais,mamãe me liga numa hora pedindo,mandando eu buscar umas tranqueiras de limpeza de moveis numa vizinha,fui,peguei com a empregada da mulher,voltei com uma puta caixa nos braços,porra,era bem pesada,deixei a caixa no corredor,eis o detalhe,pensei em escrever meu conto mas não estava com tesão e ouvi uns CDs,fiquei beliscando besteiras,arumei meu material já pra segunda-feira,papai me ensinaram assim,isso eu aprendi,outras coisas não né,bem,papai chegou,tava bem humorado,tipo,eu ouvia o som num volume baixo,baixei quando ele chegou,era um CD pirata,varias bandas,começou a tocar uma do Deep Purpow(desculpa se eu escrevi erado,os deuses do Rock me mataram)meu pai reconheceu a musica e aumentou o volume falando”heim,essa musica tem que ouvir no máximo filha,isso sim que é banda,essas outras só enganam”fiquei de cara,papai colocou no ultimo volume e sabia até cantar,male mal claro,umas partes da musica,não sei o nome da musica,vou pesquisar e conto num próximo semanal,é bem massa mesmo mas prefiro o meu AC/DC,dei risada com papai se fazendo de cantor,vocalista,ele riu me vendo toda sorridente,acabou a musica,começo uma de uma banda que eu nem sei qual é ele abaixou o volume dizendo”melhor baixar esse som dos diabos”ele falou tipo se fazendo de véio ranzinza,foi bem legal,bem,mamãe chegou e reclamou de mim por eu ter deixada a caixa no corredor,eu fiquei”ta,desculpa,eu….eu não sabia onde colocar”ela”não sabia não sabia….no corredor que não né menina”bem,jantamos e nisso a cadela me liga e combinamos de sair juntas,mamãe me enche um pouco mas depois papai aproveitando o clima bom entre nós aparece no quarto e fala pra nós duas”deixa ela ir….mas filha,chega sedo né,faz,a mãe fica preocupada com você e eu…eu…também”ele pensou duas vezes em dizer que fica preocupado mas amei ouvir aquilo e prometi chegar sedo,bem,perto das 9Hrs saímos de táxi da casa da cadela,chegamos no centro sem destino definido e ficando andando,desfilando nos fazendo de difíceis,ou seja,olhando só pra frente como se estivéssemos atrasadas pra algo,rodamos um tempo,não contei pra ela que o Rafa havia me intimada pra sábado demanha,ela falaria muito e isso poderia estragar a noite,fiquei desanimada quando ela me disse que sábado demanha estava indo pra Joinvile ficar lá com o Célio,bem,paramos num grupinho de conhecido da Nanda num barzinho meio a céu aberto,só paramos pra cumprimentar eles,voltamos a rodar e nisso em dez minutos surgiu o mala,andávamos na calçada e escuto a voz dele”mas olha só cambada,as tuas putas juntas…tão indo fazer serão?”olhamos e vimos o Vagner passando de carro com dois amigos tonhos da lua,eu fiquei incomodada,tensa na mesma hora,a Nanda percebeu e falou pro cara sabendo de tudo que rolou”se manda seu otário”o Vagner”ta braba a vagabunda…o Amanda,ensina ela ser boazinha como você”eu mal conseguia olhar pra ele,a Nanda me notando tensa entrou na rua e foi perto do carro dos tonhos e disse pro Vagner”qual é cara,deixa de ser palhaço,se manda”o Vagner disse”se manda você…o Amanda,vem cá,vamo dá uma voltinha menina,vai ser bem divertido,podemos até filmar pra mostrar pro papai depois”tempo,o cara é muito sujo,sem noção,bem,eu parado um pouco a frente deles na calçada,a Nanda nisso deu um chute no carro e xingou muito ele,o Vagner retribuiu preocupado com a lataria,a Nanda ameaçou chamar a policia e o cara foi embora mas saiu dizendo”não vai ficar assim suas cadelas”a Nanda chegou em mim dizendo”Mandy,fica calma,esquece ta,ele…ele é um otário só,nossa,se eu quisesse podia ferrar muito com ele”eu fiquei um pouco calada me controlando e fui me acalmando mas fiquei preocupada com a ameaça dele,andamos e decidimos ir numa chooperia nós duas,a Nanda tava armando,deu cinco minutos e o Vagner e os dois amigos,com um desses eu trepei aquela vez,apareceram na chooperia,foda né,ficaram nos seguindo,a Nanda ficou putiada e me disse”ah!Mandy,agora eu vou ferrar com eles”eu”não Nanda,não inventa”ela”invento sim,malas assim tem que mais é se ferrar”bem,fiz ela dar um tempo pra vê se eles não ficariam numa boa ali mas os caras tavam querendo,sentaram perto e ficaram falando gracinhas a respeito de nós,tipo”cadela não,égua,viu o coice que deu no meu carro?….é puta e depois fica chorando toda asustadinha….se eu tiver uma filhar assim *&&¨$$#@$$¨&@$#%*%%$%$$#*$#%¨&*#$%$@#$”pegavão bem pesado mesmo,eu já querendo sumir dali mas a Nanda quis ferrar com eles e fez isso indo falar com os seguranças do local,conhecidos dela,chegaram em quatro baita bruta montes na mesa do Vagner e seus amiguinho amestrados,levaram os caras visivelmente asustados pra fora e daí eu não sei mas nada,só sei que os seguranças demoraram a voltar e a Nanda me disse”beleza,deixa que agora o Vagner vai ter uma lição de bons modos Mandy”eu fiquei meio sei lá,admirada da atitude da Nanda mas fala sério,adorei vê os malas saindo mansinhos da chooperia,bem,papiamos um pouco e do nada assim a cadela me diz”já sei,agora que me lembrei,falei com o Caio hoje pelas seis e ele disse que ia ta pelo centro com um amigo e falou pra nós duas encontrarmos eles,que tal?”eu estranhei de cara e disse”mas como assim disse pra encontrarmos eles?como ele sabia que ele ia vim?”a guria tentou me enganar mas no fim ela admitiu que tinha armada aquilo com o Caio,ela disse”porra Mandy,ta,foi mal mas possa,você sabe que o Caio paga mó pau por você né….vai,vamos chamar eles aqui”eu relutei um pouco pela armação dos dois,o Caio é foda,tipo,sei lá,ele ao que parece gosta pra valer de mim mas é bem sacana pois mal ficou sabendo da briga entre eu e o Rafa que foi atrás da Nanda e como ela adora o Rafa né não pensou duas vezes em querer me jogar pra cima do Caio,enfim,eu aceitei de chamarmos os pias mas falei”chama então mas se quiser pode já avisar pro mala que não vou dar o menor espaço pra ele”a cadela sorrindo já de celular na mão”sei é,você curte ele também que eu sei Mandy….porra,sai com ele,o pia é mó vidrado em você cadela”eu”não enche,não vou sair”não ia mesmo,havia prometida chegar sedo em casa,bem,a Nanda chamou o pia,como eles tinham combinado,o Caio já sentou do meu lado e começou a me agradar sem parar,meio bem chato isso,eu gosto do Caio sim mas não me vejo namorando com ele,o pia é meio boy demais pra mim,comemos um arroz esperto,tipo,grelhado,sei lá,bebida rolando e eu tomada me solto né,então num momento que ficou sem asunto eu olhei nos olhos do Caio,lindos por sinal,ele todo,e falei”sim pia,veio fazer o que no centro hoje?”ele inventou qualquer historia;eis a HISTORIA;eu comecei a meio rir,a Nanda também e o pia”que foi?tão engraçado assim?”eu falei”não,é que…e aquela historia de você e a Nanda armarem pra me fazerem de tonta?”o pia se calou,sorriu e falou mantendo o clima alegre”é,não tava me lembrando Amanda”nisso o pia então começou a me atiçar me elogiando,falando de como me acha bonita,perfeita e tal,eu resisti até que a cadela com os ombros e a cara disse ;;;beija logo guria;eu tomada queria mais é curtir e dei espaço pro Caio então e nos beijamos,a Nanda puxou o outro cara pela mãos pra irem ver uns chocolates,vendem nessa chooperia,e deixaram o casalzinho a sós,Nanda,sua puta,o Caio aproveitou e”Amanda,gosto

muito de você…sabe disso né,queria sei lá,te vê mais,podíamos sair mais….se lembra que minha mãe dizia que você queria ser minha namoradinha?”foda o pia lembrar dessas coisas né,quando crianças brincávamos juntos,eles se mudaram e quando voltaram o pia me encontrou já bem safadinha,eu disse pra ele”é mas você dizia ai!deus me livre mãe,menina idiota”vejam bem,eu não ficava pensando em namorar com ele quando criança,a mãe dele que achava isso,eu só gostava de brincar com ele e os amigos dele,porra,entendido né,bem,conversamos um pouco então sobre nosso passado infantil mas eu fiquei cortando qualquer tema ligado a namoro,sei lá,o pia se acha irresistível,não pra mim,nisso a Nanda e o outro devolta na mesa,os dois se beijando também,tava tudo legal,eu um pouco incomodada com a atenção total do Caio mas tudo na boa,deu meia noite e meia e eu falei”bem,to caindo fora,Nanda vem comigo ou então me da uma grana pro táxi”o Caio”já?fica ai,vamo da uma volta”sei bem o que ele queria dizer com dar uma volta,ele queria que eu desse outra coisa né mas sem chance,aquele dia,o Caio fode legal,o pia e a cadela insistiram pra eu ficar,a Nanda na frente de todos chegou a dizer”ah!Mandy,sai passear com o Caio bonitinho,você bem quer que eu sei”eu fiquei meio envergonhada e disse pra cadela”cala a boca guria…vem,vamo embora ou o que?”ela queria ficar pelo centro,o Caio se ofereceu pra me trazer,eu ingênua,acreditem nisso,aceitei e ao entrarmos no bairro o pia voltou a sugerir de irmos pra outro lugar,eu recusei sendo carinhosa com ele,com ele dirigindo meio subo encima dele e o beijei lhe passando a mão e falei”não,hoje não mas seu lá,se vemos por ai…eu gosto de você Caio mas por favor não insista ta”ele aceitou querendo ser o máximo legal comigo,me deixou perto aqui de casa,nos despedimos nos beijando,o pia me segurou um tempo me fazendo rir enquanto me beijava,bem,cheguei em casa,papais acordados abraçados no sofá,troquei de roupa,sentei de pijama com eles na sala,papiamos numa boa e fui dormir deixando eles a vontade pra se amarem muito……………………………..sábado,acordo com mamãe aparecendo no quarto me falando algo do almoço,tipo,pra eu por as coisas pra cozinhar,vejam só,não sou tão inútil assim né,bem,levanto perto das 10Hrs e só fico pensando se deveria ir ou não no Rafa,papai em casa,deu 11:20Hrs por ai e toca meu celular,vejo que é o Rafa,reluto mas atendo e ele”oi”eu”oi…fala”ele”heim,vem aqui…em casa”eu dou uma enrolada e nisso ele”vem ou…ou então eu vou ai com a surpresa”eu nisso fico incomodada do pia aparecer aqui estando meu pai por perto e falo”não Rafa…eu….eu vou então mas…mas tem que ser rápido”com uma tensão estranha fui no Rafa,adorei sair lá fora e vê o dia lindo,entrei na rua do pia e mantive a cara estática,avistei o tonto na frente de sua e fiquei imaginando qual surpresa o bobo traria pra querer me agradar,cheguei nele,ele levantou da calçada,estava com chaves de carro na mão e eu imaginei que ele fosse querer me levar em algum lugar mas não,nos cumprimentamos com E AIsis,muito chato o clima empacado entre nós mas ele queria melhorar tudo e então me falou”ó ai a surpresa”ele apontou com a mão e eu vi um carro parado na ru,eu”o que?…o carro?”ele começou a falar sem parar sorrindo um monte”é Amanda…troquei de carro…massa né…segunda coloco no nome da minha mãe e beleza”eu soltei uns sorriso pela empolgação da criança com brinquedo novo e também por que o carro é bem massa mesmo,ano 2002,usado claro,bem,mas então na empolgação o pia falou os valores do negocio,quanto que tinha dado devolta e nisso eu fechei a cara e fiquei pensativa ;;;da onde o pia tinha esse dinheiro?;fiquei paradinha na calçada,o pia parou na minha frente todo alegre,me segurou carinhosamente pelo braço e disse”vem,vamo dá uma volta,ele corre legal”eu olhei nos olhos dele e falei”ta mas…Rafa,com que grana você pegou o carro?”na hora o idiota desviou meu olhar e eu comecei a desconfiar,eu”fala…Rafa…fala pia….que grana você pegou?”ele começou a querer desconversar”ah!peguei com uns conhecidos…amigos”nisso eu já tinha quase certeza e falei indo em direção ao carro”é?…é mesmo?então vem,vamo pro centro e vamo no banco que eu quero vê uma coisinha lá…quero vê o saldo lá daquela conta”ele se calou e eu”você pegou a nossa grana pia?…é né…não acredito que você fez isso”ele ficou imóvel na calçada sei lá.chateado com ele mesmo e eu o xinguei muito então pedindo respostas,xinguei falando normalmente,não dei escândalo no meio da rua não,ele logo admitiu ter pego a tal grana mas teve a cara de pau de dizer num instante”mas…mas também a grana era só minha na bem da verdade né Amanda….eu arumo devolta ela”eu muito magoada com ele”é né,só sua,então…vá a merda pia…vai vê você bem quer mesmo ir comigo né”ele ficou calado e eu cheguei perto dele e meio inclinada pra frente dei um empurão nele e falei”hã?”ele deu uns passos pra trás e disse bem baixinho”claro que quero Amanda,você sabe disso”eu falei mais umas coisas e vim devolta pra casa,o pia de longe me chamou só uma vez”Amanda,vem cá”só não comecei a chorar no caminho pra casa por que sentia muita raiva do pia naquele instante,bem,essa grana que o pia tirou do banco era só dele mesmo mas era uma grana que tínhamos combinado a meses dele vim guardando pra ano que vem colocarmos em pratica um projeto nosso,foda contar mas eu quero ir embora daqui,dessa cidade e ele aparentemente queria vim junto comigo mas agora eu vejo que ele só esperou juntar uma boa grana pra ir trocar de carrinho,filho da puta,bem,cheguei em casa e passando pela cozinha me lembrei e falei pra papai na sala”ai!pai,to ferrada,esqueci que por as coisas no fogão,a mãe vai me matar”ele ficou quieto,eu entrei na cozinha e dei de cara com as coisas já cozinhando,papai chegou na cozinha e me disse”tranqüilo,eu já coloquei”foi um gesto mínimo de atenção que eu estava precisando aquele momento,conversamos então sobre se ele tinha colocado certo e depois papai ficou me olhando nos olhos e notou eu triste e falou”foi no Rafael né”eu ajeitando alguma coisa balancei a cabeça positivamente e disse”é,fui sim”ele se encostou do meu lado na pia e pegando água disse sorrindo querendo em animar”Amanda,não fica tão pra baixo,essas coisas sempre rolam mas logo vocês se acertam”eu soltei um sorrisinho e ele foi pra sala,se ele me dissesse essas coisas me abraçando seria melhor mas não,ele é durão né,bem,fiquei muito pra baixo mas se eu falar isso toda hora esse semanal vai ficar enorme então,almoço normal,detarde fiquei um pouco debaixo do sol no quintal indignada com o Rafa,pensei em ligar pra Nanda mas não quis atrapalhar ela e o Celiosinho,mamãe notou eu pra baixo mas não me disse nada,pelas 4Hrs papai reapareceu em casa junto com dois amigos,ficaram na sala papiando e tomando minhas pingas,um desses amigos de papai não tem uma vez que ele venha aqui que não fique me comendo com os olhos,fiquei pelo meu quarto e na cozinha fofocando com mamãe sobre os vizinhos,a novela e tal,ela me disse então”vem,vamo na panificadora comprar umas coisas”eu”não to com vontade mãe,vai ter que ir sozinha”ela”vem Amanda,não quero você a toa por aqui na frente dos amigos do pai”entenderam né,fui com mamãe na panificadora então,comemos um bolo por lá,voltamos e os amiguinhos de papai estavam saindo,mamãe pediu pra eles ficarem pra comerem alguma coisa mas eles foram embora,pude então me esparramar um pouco no sofá,tava com o perfume dos caras e eu lá brigada com meu macho,maldade comigo isso,jantamos pelas 7Hrs,janta aqui em casa é pão,bolo,essas coisas,nada de comida que nem no almoço,só sopa as vezes,asisto o jornal do lado de papai,nisso começo a pensar em ir pro centro pra me fazer de forte,tipo,adoraria que o Rafa me vise sozinha por lá mas sem a Nanda por aqui fica foda,liguei pra umas gurias mas com o seus papos me desanimei de sair com elas,então,estava com o celular nas mãos no meu quarto pensando pra quem ligar e nisso o bicho toca,não reconheço o numero,atendo e”oi”a guria”oi,Amanda?”eu”é sim”ela”oi guria,onde você ta agora?”eu reconheci e”Bruna?”ela”claro,ora!vai dizer que não se lembra que disse pra eu te ligar hoje?”enfim,levamos um excelente conversa e ela me chamou pra ir pro centro que ia rolar ensaio da banda do macho dela e que isso sempre é maneiro,aceitei na mesma hora,não me arumei muito pra não parecer paty do lado do roqueiros,sai de casa dizendo que ia ali perto na casa da Thamiris,mamãe vai com a cara dela,boa cliente de relojoaria a menina,menti pra papai né e chamei um táxi já lá embaixo,cheguei no centro e fiquei meio perdida da onde era a casa do macho dela,liguei pra ela e ela veio me buscar na rua descalça,de calça de malha,de camisa e com uma coberta nos ombros,achei muito louco,me levou pra sua turma então,chegamos e dei de cara com umas 15 pessoas reunidas numa sala razoavelmente pequena e num canto dela a banda tocando,o macho da Bruna baterista dessa banda,todos ali me cumprimentaram normalmente,os cabeludos nem me secaram tanto e me animei por que logo a Bruna me deu um copo nas mãos e o encheu e cuba vagabunda,a guria me puxou pro sofá reservado pras moças e foi muito massa ficar por lá,todos os caras ali uma vez pelo menos tocaram ou cantaram algo,apareceu um cara perguntando se eu curto The Doors,eu disse que não conhecia muita mas pra que,o cara falou um monte dessa banda pra min então como se eu fosse gravar tudo o que ele disse,tinha umas coisas pra comer,tinha um bolo delicioso de cenoura da mãe do macho da Bruna,depois falei que curtia AC/DC,demorei pra falar por que tipo assim,se me questionasse sobre essa banda eu não saberia falar quase nada e pagaria mó mico né perto dos rockeiros mas falei que curtia e apareceu um cara me mostrando tatuado nas costas AC/DC,o cara ficou com as costas viradas pra mim e um outro rindo apontou com o dedo e disse que AC/DC significa antes de cristo e depois de cristo,dei risada na hora né,o cara tava querendo me passar mó facão,significa algo em inglês né,lógico,demos risada e o dono da tatuagem disse que as letras tem um significado satânico mas que não podia nos contar e não contou por mais que eu pedi,ele disse que se eu ficar sabendo não vou mais dormir em paz,bem,os caras tocaram de tudo lá,AC/DC não,a Bruna tocou guitarra uma hora mas no meio da musica se atrapalho,começou a rir e parou e se jogou do meu lado no sofá e deitou a cabeça nos meus seios dizendo”ai!que droga,eu não consigo nunca acertar essa musica do cacete”foi rolando,porra,foi muito legal lá mas então perto das 1Hrs a Bruna se atracou com seu macho e eu fiquei meio perdida na festa e decidi ir embora,levantei e falei alto”tchau pra todos,eu…to…to me mandando”uns cabeludos olhando revistas e dedilhando violões”tchau…valeu ai Amanda….chega outra vez por ai né”a Bruna se soltou do macho e me acompanhou até lá fora sendo muito atenciosa comigo,ela perguntou se eu não queria que me levassem pra casa e eu tonta quis dar uma de farrista e disse que tinha marcada de encontrar uns amigos num barzinho,ela acreditou e eu fui pelas ruas sem ter onde ir mas não queria ir já pra casa,rodei um pouco e nisso me lembrei do Marcelo,liguei pra atrás,ele estava lá na casa noturna a minha espera,eu pedi desculpa por não ter ido lá,inventei que tive uma festa de uma amiga,ele”mas então fica por ai que eu vou te pegar…que tal?”eu tomada comecei a pensar em só me agarar com um macho e seria ele,eu”ta,beleza,chega aqui então mas vem rápido se não vou pra casa mimi”ele riu,esperei uma meia hora pois a casa noturna fica em outra cidadã,fiquei esperando na frente de um restaurando tento uns seguranças perto,o Marcelo chegou,entrei no carro,ele ficou me olhando,eu pus o cinto falando qualquer coisa,ele então veio pra cima e me beijou na boca como se fossemos namorados a tempos,gostei da atitude dele,rodamos um pouco e ele”mas então,quer ir aonde?”eu”ora!vestida assim não da pra ir em lugar nenhum que preste”ele”por que?você ta linda assim Amanda”eu dei um tapinha meigo nele e”cala a boca,to nada,só você que acha”nisso ele me olhou com desejo nos olhos e eu na mesma hora fiquei doida pra trepar com ele,falei”me leva pra tua casa ou…mora com a mãe ainda?”ele sorriu com o destino por mim sugerido e me explicou que mora sozinho e que aquela mulher que atendeu seu celular é sua tia que mora ao lado,ele”minha casa então?vamo nessa”eu fiquei calada então com aquela tensão normal de trepar com alguém novo,chegamos na casa ...


Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]