SURPRESA NO UROLOGISTA

Loading

Oi pessoal, gostaria de dizer q sou um leitor assíduo do site e por causa do mesmo acabei descobrindo muitas coisas boas, então nada melhor do que repassar uma historia que aconteceu comigo para outras pessoas lerem e liberarem seus desejos. Eu não gosto de ficar definindo as pessoas, o corpo, idade e essas coisas, pois acho que cada um se imagina na cena. Bom, tudo começou quando eu arrumei uma namorada e transávamos todos os dias, todas as horas, em todos os lugares. Modéstia parte eu devo ser muito bom no que eu faço, pois apesar de não ser muito lindo, mas o que não me falta é mulher. Já que toque nesse assunto vou me descrever, sou moreno, 1.85m, não sou sarado, sou em forma, tenho umas pernas grossas, e uma bunda grande, o que causa alguma inveja na mulherada, não tenho um pau de 50cm como muitos contos falam por ai, tenho um pau de 13cm, acho que a media normal do brasileiro. Voltando ao assunto do conto, nas minhas transas com minha namorada sempre rolava um boquete e tal, só que eu adoro quando ela deixa meu pau todo babado, e com isso a saliva dela começava a escorrer pelo meu rego, chegando ao meu cuzinho. Essa sensação me deixava maluco. Eu adoro beber, e quando eu bebo fico muito safado, e acho que por isso minha namorada resolveu começar a beber, para eu poder prestar mais atenção nela quando estou bêbado. Um dia estávamos em um barzinho, tomando umas, ai não tínhamos nada para fazer e ela estava sozinha em casa, resolvemos tomar umas a mais, pois não precisaríamos escutar aquela falação ao chegar em casa com cheiro de álcool. Acabamos passando um pouco da conta, e o tesão foi subindo, tinha umas amigas dela no bar que estavam me deixando louco, e ela também, ao saber que suas amigas iam para o bar, ela resolveu sair de fio dental e um vestidinho curto, o que me deixava maluco só de pensar em levantá-lo e morder aquela bunda gostosa. Quando fomos para casa ela resolveu pagar um boquete pra mim e nisso aquela saliva escorrendo e eu já tava meio excitado e ela resolveu passar um dedinho no meu cu, nossa que sensação boa, ela começou a fazer movimentos circulares e meteu o dedo na boca e passou de novo no meu cú, ela tava muito bêbada e safada, me deixou louco e desceu com a língua no meu rabo e começou a lamber, aiii, que delicia, aquela lingüinha quente no meu cu me deixava louco. Quando ela começou a passar o dedo mais rápido na entradinha eu não agüentei e gozei tanto que veio porra até na minha cara, e ela veio lambendo e engoliu tudo. Um dia acho q de tanto transar gostoso assim eu comecei a sentir uma dor no pau e ela foi comigo a um urologista. Chegando lá o cara era boa pinta e tal, não me interessava por homem ainda. Ele começou a me explicar o que poderia ser e disse que era melhor eu fazer o tal do exame de toque, pois poderia ser

alguma coisa mais seria. Eu relutei bastante, mas minha namorada me convenceu, falando que o medico tinha cara de ser muito serio e realmente ele foi todo cuidadoso em todos os momentos. Ele me levou para um lugar reservado ao lado e minha namorada ficou na salinha da mesa esperando. Ele pediu todo respeitoso para eu tirar a roupa e deitar de barriga pra cima, começou a passar a mão no meu pau, perguntando se doía, onde que doía, e até então não tinha sentido nenhuma dor, ele foi e me mandou virar de barriga para baixo e eu muito nervoso, mas não podia fazer nada, ele me assustou muito falando das doenças que poderiam ser. Quando eu relaxei um pouco ele passou um creme no dedo e passou na entradinha do meu cu, nossa eu nunca senti um arrepio tão grande na minha vida, gelou até minha espinha, ele começou a massagear a entrada e foi passando o dedo em volta para ir me relaxando, mal sabia ele q eu tava era ficando com tesão, mas não podia demonstrar, pq alem de tudo eu sou homem e tal. Passou uns 5 minutos brincando no meu cuzinho ae de repente ele colocou o dedo no meu cu, na hora eu senti uma dor forte d+, parecia que tava entrando alguma coisa me queimando, o tesão passou na hora. Ele continuou com o dedo la dentro e começou a mexer ele e o tesão começou a voltar, e eu tentando me acomodar na maca para ele não perceber meu pau ficando duro, mas acho que ele deve ter reparado, pois ele começou a fazer uns movimentos de vai e vem com o dedo dentro do meu rabo que eu fui ficando maluco, sem perceber eu fui empinando a bundinha no dedo dele ae ele começou a acelerar os movimentos, não me contive e comecei a gemer e fechei os olhos. De repente ele tira o dedo do meu cu, eu nem quis abrir o olho como vergonha, passou 1 minutinho eu esperando pra ver se ele falava alguma coisa para eu abrir os olhos e nada, senti a minha bunda sendo aberta de novo e pra minha surpresa senti uma língua no meu cu, ae eu não agüentei e comecei a rebolar, ai a língua saiu do meu cu e escutei a voz da minha namorada, era ela que tava me chupando, ela disse: sabia que você gostava de sentir um dedo no cuzinho, agora abre o olho pra você ter uma surpresinha, quando eu abri o medico tava com o pau de fora bem a baixo do meu nariz, não agüentei, cai de boca no pau dele, comecei a chupar bem gostoso, do mesmo jeito que ela fazia quando pagava um boquete pra mim. O medico começou a gemer e o pau dele puslava na minha boca, devia ter uns 20cm e era branquinho, uma delicia e minha namorada me vendo chupar igual uma vadia no cio foi aumentando a velocidade e enfiando o dedo no meu cu, eu chupava, rebolava e gemia igual uma puta. Ela começou a gemer e me xingar: chupa esse ...


Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]