TRAÍ MEU MARIDO COM O DOUTOR.

Loading

TRAÍ MEU MARIDO COM O DOUTOR.

Oi pessoal, estou aqui para contar um fato que ocorreu no meu ambiente de trabalho e foi uma loucura, mas uma loucura gostosa demais.

Sou enfermeira e estava fazendo extra em um hospital. Um dia antes do meu plantão eu havia brigado com meu marido.

Acordei um pouco indisposta, tomei um banho, coloquei minha roupa branca, meu sapato de salto, me maquiei e me perfumei como sempre faço e fui trabalhar. Era um dia chuvoso e estava um pouco escuro, cheguei no hospital e comecei a sentir que minha indisposição aumentava, dor de cabeça e minha temperatura começava a aumentar. Ao contrario do que muitos pensam, enfermeira também fica doente.

Passando pelo corredor a sala do médico plantonista estava entreaberta, e bem naquele dia o médico de plantão era o mais bonito de todos, alto, encorpado, branco, olhos castanhos claros, deve ter uns 32 anos, educado, inteligente, gentil… enfim, ele era “o cara”. Quando passei ele chamou: – Enfermeira!!! Eu voltei e disse: Pois não Doutor! Ele me fez umas perguntas sobre alguns pacientes internos, eu respondi e ele disse que estava me achando um pouco estranha, perguntou o que estava acontecendo e eu disse que estava indisposta, com dor de cabeça e sentia que minha temperatura estava aumentando. Ele se levantou, trancou a porta e disse: Fica em pé que eu vou te examinar. Ouvir aquelas palavras fez com que meu coração acelerasse. Ele começou a me examinar, começou pelos olhos, garganta, ergueu minha blusa e colocou aquele estetoscópio gelado para auscultar meus pulmões, na hora me arrepiei toda e ele percebeu, olhou fixamente em meus olhos enquanto auscultava meu coração acelerado e disse: Nossa, como ele bate rápido, tira a blusa e deita aqui nessa maca para

eu te examinar melhor. Fiquei toda sem jeito, estava tremendo, arrepiada, gelada, tudo junto, e no fundo eu sabia que não era necessário ele fazer um exame tão completo assim pois era apenas uma indisposição, mesmo assim tirei a blusa e me deitei, ele se aproximou de mim e quando olhei para o lado dei de cara com o pau dele, duro dentro da calça, aquilo me deixou molhada na hora. Ele começou apalpar minha barriga e eu sentindo aquelas mãos grandes me tocando fui me molhando cada vez mais,ele me puxou pelas mãos desci da maca e ele me lançou sobre a mesa de consulta dele, se enfiou no meio das minhas pernas passando a mão por trás do meu pescoço e me beijando com vontade, logo perdi minha pose de mulher casada e santa, cruzei as pernas por trás dele, o abracei e retribui os beijos longos e gostosos.

Ele começou a pegar em meus seios e apertar, falando baixinho em meu ouvido: -Gostosa, safada, esperei tanto por essa oportunidade, quero você. Tirou meu sutiã e levou a boca em meu seio, chupando e lambendo. Fui ficando louca com aquele homem gostoso, abri sua calça e peguei aquela pica maravilhosa e comecei a punhetar, ele tirou a minha calça e me deixou só de calcinha branca de renda e sapato de salto alto, desci da mesa e agachei, comecei a chupar aquela pica cheirosa e branquinha, chupava com vontade sentindo ela na minha garganta, e ele delirava, segurava na minha cabeça e puxava minha boca contra o cacete dele, louco para gozar. Fiquei em pé, ele me virou de costas, começou a passar a mão por cima da minha calcinha, sentiu q estava molhada, colocou a mão dentro da minha dela e sentiu minha xaninha que estava pulsando, sedenta por cacete. Ele ...


Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]