Loading

Travesti

625
0 (0)
dianagray444
Travestis

Desde a adolescência tinha atração por homens. Apesar disso, namorava para manter as aparências.

Na sauna que frequentava, procurava cantos escuros para satisfazer meus parceiros, chupando-os e levando no cuzinho. Adorava quando me enchiam de sêmen.

Entretanto, casei com uma mulher atraente. Na lua de mel, Veronica percebeu que eu olhava os homens na piscina do hotel. Nestes momentos a ereção era maior que a que tinha quando fazíamos amor. Nosso sexo amainou ao voltarmos para casa e Veronica não me procurava. Como eu deixei de ir à sauna, estava carente e irritadiço.

Numa noite de muito calor, dormi nu. No meio da madrugada, senti sua mão na minha bundinha e suspirei mais alto. “Você gosta que toque seu anelzinho ? Sente prazer ?” “Sim”, respondi. “Então

farei sua vontade”. Mandou que virasse de bruços e aguardasse. De uma gaveta, tirou um consolo, lubrificou e enfiou-o em meu cuzinho. Havia tempo que eu não era possuído e doeu. Abafei o grito no travesseiro. Aguardou até que me adaptasse e movimentou o consolo. Eu gemia meu prazer e gozei abundantemente adormecendo a seguir.

Acordei e Veronica ordenou que preparasse o café enquanto tomava um banho para sair. Indaguei onde ia disse que me faria uma surpresa. Passou o dia fora.

À noite, vendo televisão, sintonizou o canal de sexo. O filme mostrava dois homens trepando o que me excitou. Puxou minha bermuda descobrindo meu pênis e ajoelhou-se em minha frente colocando-o na boca. Sugou por instantes sem permitir que gozasse, pois seus dedos comprimiam a base ...


Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]