TRAVESTI PIROCUDO

Loading

Este caso aconteceu a alguns anos atras,eu era bem novinho,meus 17 anos mais ou menos.

Vamos ao fato,fui numa balada ,onde chamávamos na época de boate,entre uma dança e outra,bebi alguns drinks,batia papo com amigos e amigas e em um determinado momento me apresentaram a Regina,morena alta,de cabelos logos,seios fartos e bunda arrebitada…sentamos juntos,falamos de muita coisa ,amizade,namoro,diversões e também sexo é claro.E neste papo,observei que ela na verdade era uma travesti que prontamente ela não fez questão de omitir e me confessou tal fato,mais eu estava entusiasmado com o bom papo e aquele corpo escultural,não me importei pra isto.Já era lá pela madrugada quando ela disse que queria ir embora e claro eu como bom cavalheiro me ofereci pra levá-la.ela subiu em minha moto,se abraçou bem colado em minhas costas,seguimo,sentia seus peitos coladinhos em mim,a estas alturas meu pau já estava uma pedra,ela deixou suas mãos cair sobre meu colo,sentindo meu pau duro,passou a massagear,não se conteve e abriu o zipe,pegando na minha pica,logo,chegamos,eu estava muito excitado,sem falar nada entramos e já nos beijando,rolamos no tapete,chupando seus peitões,apalpava aquela bunda farta ,ela começou um boquete maravilhoso,lambia a cabeça do meu pau,engolia até encostar os lábios nas bolas,subia e ficava chupando só

cabeça que chegava dar estalos em sua boca,foi até as bolas e colocava as duas em sua boca,eu só gemia com um prazer indescritível.Eu já estava pra gozar,quando pedir pra ela dar uma paradinha,senão iria explodir em gozo ali mesmo.

Mais beijos molhados,chupando seus peitos,alisava sua barriga,apertava e abria sua bunda,tocava seu cu com meus dedos,foi quando ela se deitou de frente pra mim ,toda aberta que me dei conta do volume de sua piroca,era espantosa,fiquei algum tempo anestesiado olhando aquela anaconda,era um pau bem reto com um cogumelo gigante na ponta ,não era um pica,era um cacete, o tamanho chegava aos seus peitos e grossura parecia uma garrafa de coca.Ela vendo minha admiração,falou que eu poderia pegar se quisesse,pois não era pegar numa pica que eu deixaria de ser hétero.Fui aproximando minha mão até aquela tora e peguei bem no meio e ao tentar fechar,meus dedos não se encontram,era descomunal,sentia o pulsar de sua jeba na minha mão,apertava e sentia ela abrindo minha mão,babava vendo aquilo,alisava a cabeça,passei a punhetar vagarosamente ,ela gemia de prazer, me pediu pra dar uma molhada com minha saliva ,cheguei próximo,sentir aquele cheiro de pica e deixei cair minha baba naquela em ...


Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]