Virei travesti sem perceber

Loading

Tomando o lugar desse personagem, me apresentarei como ele.

Meu nome é Luan, tenho 23 anos, e irei contar como me tornei uma linda mulher.

Quando tinha 18 anos, não tinha sucesso com as garotas, nunca tinha transado com uma, todas que eu ficava a fim me davam fora, ou seja, era tão inocente quanto um menino de 12 anos. Até que um dia desabafando com meu professor de psicologia, que por sinal também era psicólogo, ele me falou que poderia me ajudar a resolver meu problema, que isso era um problema de falta de entendimento da cabeça feminina, e perguntou se não queria ir a casa dele conversar um pouco, prontamente aceitei e marcamos pra quela tarde mesmo.

Chegando à casa dele ele me recebeu muito bem, e começamos conversar, derrepente ele me diz:

– Pra vc ter sucesso com as garotas, tem que entender do que elas gostam, ou seja, deixe seu lado feminino sair e só então entenderá o que estou dizendo. Venha, me acompanhe.

Ele me levou pro quintal da casa, que quintal, mais parecia uma pequena floresta, até uma cachoeira artificial tinha, quando olho para o professor ele está apenas de sunga me perguntando:

– Pense como uma mulher e diga o que acha do que está vendo?

– Não sei dizer.

– Vem cá, vamos conversar com vc deitado com a cabeça no meu colo.

Ele me fez deitar com a cabeça sobre a pica dele, que por sinal já estava fazendo volume na sunga, como não estava entendendo nada fiz o que ele pediu. E ele disse fazendo cafuné:

– Vc tem que deixar seu lado feminino despertar, sair de vc, é isso que te deixa tímido e te atrapalha com as meninas. Tire suas roupas, fique a vontade, sinta a natureza.

Assim, como se estivesse sendo ipinotizado eu fiz, tirei toda minha roupa e fiquei com a cabeça sobre uma pica que parecia querer saltar da sunga. Comecei a falar todas minhas desilusões amorosas, quando ele me interrompe dizendo:

– Luan, olhe pra minha pica! Gosta do que vê?

– Professor, não vejo nada!

– Então faça como uma mulher faria, mate a curiosidade, e

tire-a para fora, essa será sua primeira lição. Vamos pense que vc é uma mulher agora, vamos!

Sem entender muito fiz o que ele pediu, quando tirei a pica dele pra fora, não sei o que aconteceu mas fiquei parado olhando, foi quando o professor forçou minha cabeça para deitar novamente, só que agora sobre uma pica dura e sem sunga.

Depois de alguns momentos conversando com uma pica no rosto ele me ordena:

– Agora faça carinhos, sou seu macho agora, me faça caricias na pica.

Então comecei, parecia que o professor ia ter um troço, até que ele gozou, o jato foi tão forte que melou toda minha cara. Então ele disse:

– Muito bem Luan! Começamos muito bem. Só que para encerrar nossa seção, vc tem que gozar também, vem cá.

Pensei que ele fosse me fazer carinhos na pica também, mas me enganei, ele me botou de quatro e disse:

– Como te falei, vc tem que entender as mulheres, por isso farei vc gozar pelo rabo.

Fiquei assustado, pensei em fugir, quando ele disse:

– Mas fique calmo, será com o dedo. Não vai doer nada, será como um exame de próstata.

E assim foi, ele me masturbou tanto o rabo que acabei gozando mesmo, me senti como uma mulher de verdade. Antes de ir embora ele me deu um comprimido, dizendo que era um estimulante pra me deixar mais seguro.

No dia seguinte estávamos lá novamente, só que dessa vez ele exigiu que eu vestisse uma langerie, a calcinha era tão pequena que entrava toda no meu rabo. Mas como vcs já devem imaginar eu vesti.

Mais uma vez o fiz gozar, só que dessa vez até lambi a picona, e acabei gozando também só que dessa vez sentado no colo dele, e mais uma vez ele me deu outro comprimido e recomendou que continuasse tomando em casa.

Depois de um mês de seções, ele recomendou que vinhesse passar uns dias com ele, pois a terapia estava evoluindo muito bem e que com mais algumas seções intensivas em poucos dias eu seria um garanhão. Aceitei o convite, só que quando cheguei lá com minha mochila com ...


Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]